Foto: Secom

O governador João Azevêdo participou, nesta segunda-feira (19), no Palácio da Redenção, em João Pessoa, do lançamento oficial do Censo Demográfico 2020. Na ocasião, ocorreu a primeira reunião de planejamento e acompanhamento do Censo, em âmbito estadual, promovida pela Unidade Estadual do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).  Na Paraíba, o recenseamento será realizado em mais de 1,1 milhão de domicílios nos 223 municípios do Estado, envolvendo o trabalho de mais de quatro mil pessoas para a coleta de dados, supervisão e apoio técnico-administrativo.

A vice-governadora Lígia Feliciano, deputados estaduais, líderes religiosos e auxiliares do Governo da Paraíba estiveram presentes na solenidade.

Durante seu pronunciamento, o chefe do Executivo estadual ressaltou a importância do Censo para a definição de políticas públicas e de investimentos no Estado. “Nós estamos tratando de um instrumento fundamental para o planejamento; é impossível fazê-lo, seja no Estado ou nos municípios, sem conhecermos a realidade que estamos trabalhando. Não há como pensar em um futuro melhor para o nosso povo sem que a gente tenha esse conhecimento real; serão três meses intensos para o IBGE, e nós teremos 10 anos para aproveitar as informações”, pontuou.

Foto: Secom

O gestor também fez um apelo para que a população receba os recenseadores, que serão identificados pelo IBGE, para permitir a coleta precisa de dados referentes à Paraíba. “O Censo tem a função de trazer esse conhecimento muito detalhado porque cada domicílio será visitado, permitindo um retrato claro de quem nós somos e de como estamos vivendo. Eu espero que o Censo de 2020 seja um instrumento para orientar todos os governantes que têm a responsabilidade de fazer mais e melhor pelo povo. Nós já orientamos, inclusive, a Secretaria de Planejamento a buscar cursos, junto ao IBGE, de orientação e formação de nossas equipes para o uso das ferramentas que já estão disponíveis dentro do site do órgão”, frisou.

O chefe da Unidade Estadual do IBGE na Paraíba, Roberto Salgado, agradeceu o apoio do Governo do Estado e revelou otimismo com o sucesso do Censo na Paraíba. “O governador nos recebeu prontamente e saio daqui consciente de que teremos uma operação exitosa e que não deixará de ouvir um paraibano sequer. Vamos colher informações corretas e precisas para que os indicadores que saem dessas pesquisas ajudem os entes públicos e privados a tomarem as decisões corretas”, ressaltou.

O presidente da Federação das Associações de Municípios da Paraíba (Famup) e prefeito de Sobrado, George Coelho, destacou a importância da parceria entre o Governo do Estado, prefeituras e o IBGE para a realização do Censo. “Visando proporcionar uma visão melhor para os municípios, o IBGE propôs essa ideia, juntamente com o Estado, que terá um melhor georreferenciamento porque as pessoas procuram o Governo para implantar indústrias, com isso, a gestão estadual terá uma noção melhor  para implantar projetos e desenvolver determinadas regiões”, sustentou.

Foto: Secom

Censo 2020 – As atividades da pesquisa de campo irão ocorrer entre os meses de agosto e outubro do próximo ano, porém os preparativos já estão em andamento e irão mobilizar mais de 200 mil pessoas em todo o país. Nos levantamentos, serão colhidas informações sobre características dos moradores, domicílios, migração, nupcialidade, educação, trabalho e rendimento, entre outros temas.

Os resultados da pesquisa podem ser utilizados para acompanhar o crescimento e a evolução das características da população; identificar áreas prioritárias para investimentos em saúde, educação, habitação, transportes e energia; formular programas sociais para assistência a crianças, jovens e idosos; além de facilitar a identificação de locais que necessitam de programas de estímulo ao crescimento econômico. O Censo Demográfico também fornece referências para as projeções populacionais, a partir das quais são definidas as representações políticas no país. A apresentação dos resultados será iniciada na segunda quinzena de dezembro de 2020.

O uso da tecnologia é uma novidade do Censo. A operação será totalmente informatizada, com a utilização de formulários na Web e de equipamentos móveis para a coleta de dados, da internet para suporte de comunicações de tráfego de dados e de centers de alto desempenho.

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Galdino avalia como incerta a desfiliação de João Azevêdo do PSB

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Adriano Galdino (PSB) voltou a confirmar, nesta quinta-feira (19), que tem pretensão de deixar os quadros do PSB paraibano assim que houver uma…

Em Campina Grande: PRF recupera veículo após cerco policial

Durante o assalto, o grupo criminoso utilizou uma réplica de um fuzil que chama a atenção pela semelhança com uma arma verdadeira A Polícia Rodoviária Federal (PRF) recuperou na noite…