A Paraíba o tempo todo  |

Campanha contra pólio e sarampo termina nesta sexta-feira

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

 A Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo e a Poliomielite, que teve início no dia 6 de agosto, encerra nesta sexta-feira (31). Até o momento, a Paraíba tem a cobertura total de 84,15% para pólio e 83,79% para sarampo, ambas com mais de 190 mil doses aplicadas.

A recomendação do Ministério da Saúde (MS) é que os municípios que não atingirem a meta de 95% das doses aplicadas deverão abrir os postos de vacinação no sábado, 1° de setembro, para a realização de um segundo Dia D. Dos 223 municípios do estado, 126 ainda estão com a cobertura abaixo da meta estabelecida pelo MS.

“Diante deste cenário, é fundamental que os municípios dediquem-se ao máximo a fim de aproveitarem esta nova oportunidade, no sentido de alcançarem as metas estabelecidas e proteger a população alvo da campanha. Nove municípios ainda apresentam uma cobertura menor que 70%”, explica a técnica do Núcleo de Imunização da Secretaria de Estado da Saúde (SES), Márcia Fernandes.

Ela afirma que o MS não fala em prorrogação e pontua a importância de levar a criança para se vacinar até o final da campanha. “A SES recomenda intensificar a busca ativa para a vacinação contra o sarampo e a poliomielite. No Brasil, depois do sarampo ter sido eliminado em 2016, já foram confirmados mais de 1.400 casos em oito estados, com a ocorrência de sete óbitos em crianças até cinco anos”, informa.

Márcia lembra que a alimentação do sistema de informação em campanhas de vacinação é necessária e deve ser feita diariamente. “O acompanhamento da cobertura é em tempo real. Alertamos os gestores de saúde para que intensifiquem esta ação em seus municípios. O monitoramento oportuno é muito importante para o acompanhamento do alcance da meta estabelecida”, pontua.

 

Redação

Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe