De autoria da vereadora Eliza Virgínia (PP), a moção de repúdio contra a ADPF 442, que é uma iniciativa que busca por meio judicial legalizar o aborto no Brasil, foi aprovado por unanimidade na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) nesta terça-feira (19). “O aborto no Brasil é crime e eles querem legalizar o assassinato de crianças no país”, justificou a parlamentar.

Eliza pede para que o Supremo Tribunal de Justiça (STF) negue a ação e reafirme que o Congresso Nacional é o local apropriado para o debate do tema. “Pedimos a ministra Rosa Weber que mantenha a posição exarada na pela de informações os autos da ADI nº 5.581, de forma a defender a vida desde a concepção até o seu ocaso natural, garantindo as prerrogativas do Congresso Nacional como único legitimado para regularizar a matéria”, disse.

Sobre os argumentos que a criminalização do aborto em 1940 não faz parte da realidade atual do país, Eliza é firme: “São tão atuais que seguem fazendo com que as proposituras, que visam a legalização do aborto, continuem sendo negadas nas casas do povo. É exatamente por este motivo, por não conseguirem vencer no debate democrático, nas casas legislativas, que os defensores do aborto levaram a questão ao STF”.

Na ocasião, Eliza lançou uma campanha intitulada de “Minha Cidade Disse Não ao Aborto”, que visa pressionar o STF. A campanha é de autoria do vereador Jorge Pinheiro, de Fortaleza. A tucana também afirmou que vai encaminhar o voto de repúdio de repúdio para o Supremo Tribunal de Justiça.

 

Assessoria

Saiba mais sobre Certificação Digital no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas Certificação Digital. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Paraíba tem 5ª menor taxa de pessoas mortas por policiais no primeiro semestre de 2019

A Paraíba é o quinto estado com menor taxa de pessoas que foram assassinadas por policiais nos primeiros seis meses de 2019. Os dados são do Monitor da VIolência, com…

Assinatura de contratos do Aluízio Campos será retomada nesta segunda

A Prefeitura de Campina Grande, por meio da Secretaria Municipal de Planejamento (Seplan), retoma nesta segunda-feira, 14, o processo de assinatura dos contratos dos contemplados com as 4.100 casas e…