Por pbagora.com.br

A equipe do Corpo de Bombeiros Militar da Paraíba (CBMPB) conquistou o primeiro lugar Norte/Nordeste e o quinto lugar nacional, com 61 medalhas, no Campeonato Brasileiro de Salvamento Aquático, em Foz do Iguaçu (PR). No total, foram 16 corporações participantes, de diferentes estados, competindo durante a última semana. O evento aconteceu dentro da programação do XVIII Seminário Nacional de Bombeiros (Senabom) – edição 2018. 

Os resultados do CBMPB envolveram provas individuais e por equipes, com 32 atletas (masculino e feminino) integrando a disputa. Dos 61 pódios conquistados, 13 foram com medalhas de ouro, 25 de prata e 23 de bronze. O campeonato foi dividido em diversas categorias, de acordo com a faixa etária e gênero. O melhor atleta de cada uma delas, ou seja, que somou o maior número de pontos, recebeu o título de ‘guarda-vidas de ferro’ (IronGV). 

Nessa classificação, dois atletas paraibanos alcançaram o status de ‘melhor guarda-vidas do Brasil’, são eles o sargento Rodrigo Queiroz (que manteve o título já conquistado no ano passado) e o aluno sargento Yuri da Silva.  

O Campeonato Brasileiro de Salvamento Aquático (Sobrasa/Rescue) envolveu um conjunto de provas de piscinas (50m, 100m, 4x25m e 4x50m) e no lago (Aquathlon, Salvamento com tubo de resgate, Salvamento com pranchão e corrida à nadadeira). 

Durante o evento, Yuri ainda recebeu uma homenagem, concedida pela Marinha do Brasil, por ser recordista mundial da prova 4x50m Medley masculino de ‘Lifesaving’, com o tempo de 1'32″23 centésimos. Essa foi disputada no 48º Campeonato Mundial Militar de Lifesaving, em Halmstad, Suécia, no dia 11 de agosto de 2016.

PB Agora

 


Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

 

Notícias relacionadas

Opinião: Sobre o apressado decreto da PMJP relativo à pandemia

Só neste domingo (18), a Secretaria de Saúde da Paraíba registrou 893 casos de Covid-19 no Estado. Trinta e nove são pacientes hospitalizados e 854 são de sintomas leves. A…

MPF pede prioridade de vacinação para tabajaras e índios não aldeados

O Ministério Público Federal (MPF) solicitou à Secretaria de Estado da Saúde da Paraíba (SES-PB) e ao Distrito Sanitário Especial Indígena Potiguara (DSEI Potiguara) a vacinação contra a covid-19 para…