Por pbagora.com.br

Após interdição pelo Programa de Proteção e Defesa do Consumidor do Ministério Público da Paraíba (MP-Procon) e a Gerência de Vigilância Sanitária do Município de João Pessoa (GVS), nesta quarta-feira (16), o atacadista Assaí emitiu nota onde declara que atua de acordo com os órgãos de fiscalização e que já acionou uma empresa de controle de pragas para que seja realizada uma vistoria e que seja tomada as devidas providências.

 

O estabelecimento foi interditado pois, de acordo com o gerente de Vigilância Sanitária do município, Alberto José dos Santos, estaria infestado por pragas. A equipe de fiscalização do MP-Procon também encontrou produtos com validade vencida e avariados.

 

Confira a nota do Assaí:

NOTA 

A rede pauta suas ações no respeito ao cliente e atua de acordo com os órgãos de fiscalização para garantir a qualidade de seus produtos, bem como preza pelo cuidado de suas instalações. A rede reforça que possui um programa permanente de controle de pragas e já acionou empresa especializada para uma nova vistoria e providências.

 

Saiba mais:

 

MP-Procon e Vigilância interditam atacadista após irregularidades

 

PB Agora

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Focos de incêndio devastam vegetação em Mãe d’Água

Moradores que residem próximo ao Distrito de Santa Maria Gorete, em Mãe d’Água, Região Metropolitana de Patos, voltaram a denunciar que focos de incêndios estão consumindo a caatinga na área.…

Prefeito Renato Mendes diz que vai recorrer de indeferimento de registro de candidatura

Após ter sua candidatura à reeleição indeferida pelo juiz eleitoral, Antônio Eymar de Lima, da 73ª Zona Eleitoral do Município neste sábado (24), o prefeito Renato Mendes (DEM) afirmou que…