Endurecer ainda mais o isolamento social. Essa foi a decisão tomada pelos gestores da grande João Pessoa, em reunião por videoconferência, com o governador João Azevêdo, nesta quinta-feira (28).  A decisão ocorre devido ao  alto índice de aglomeração durante a pandemia do novo coronavírus e a expansão da doença.

O grupo elaborou uma nota conjunta, subscrita pelo governador e os prefeitos de João Pessoa, Bayeux, Santa Rita, Conde e Cabedelo decidiram por mais rigidez no combate à Covid-19 para amarrar a decisão.

“Com o aumento significativo no número de casos e óbitos, ficou decidido pela necessidade de medidas conjuntas mais rígidas para conter a evolução da contaminação, além de assegurar o atendimento integral à população na rede de saúde”, dizem os gestores na nota.

Veja a nota na íntegra

NOTA CONJUNTA

Em reunião realizada por videoconferência, nesta quinta-feira (28), entre o Governador do Estado e os prefeitos das cidades de João Pessoa, Santa Rita, Bayeux, Cabedelo e Conde, após a avaliação do cenário epidemiológico relativo à Covid-19, com o aumento significativo no número de casos e óbitos, ficou decidido pela necessidade de medidas conjuntas mais rígidas para conter a evolução da contaminação, além de assegurar o atendimento integral à população na rede de saúde.

As ações integradas serão decididas pelo corpo técnico do governo estadual, da Capital e dos demais municípios da Grande João Pessoa envolvidos na iniciativa, elaborando-se um planejamento conjunto de trabalho.

Durante a reunião, os gestores também decidiram que o novo decreto estadual de enfrentamento à pandemia apresentará a primeira versão do plano de retomada gradual, estágio seguinte a ser implementado, que será apresentado pelo governador e prefeitos. A flexibilização gradual da atividade econômica será adotada de acordo com a evolução do quadro em cada Município, em datas que serão oportunamente anunciadas. As prefeituras terão autonomia para fazer essa flexibilização, observando todas as recomendações apontadas em cada fase do plano estadual de retomada, assim como os seus respectivos impactos sobre o controle da crise de saúde, assegurando a progressiva superação da mesma.

JOÃO AZEVÊDO LINS FILHO

Governador do Estado da Paraíba

LUCIANO CARTAXO PIRES DE SÁ

Prefeito de João Pessoa

JEFFERSON LUIZ DANTAS DA SILVA

Prefeito de Bayeux

EMERSON FERNANDES ALVINO PANTA
Prefeito de Santa Rita

VITOR HUGO PEIXOTO CASTELLIANO
Prefeito de Cabedelo

MÁRCIA DE FIGUEIREDO LUCENA LIRA
Prefeita do Conde

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Secretaria de Saúde de CG declara que está em dia com a FAP

Desde 2016, a Secretaria Municipal de Saúde de Campina Grande já repassou mais de R$104 milhões para a Fundação Assistencial da Paraíba – FAP para custeio de serviços relacionados ao…

ALPB aprova entrega de remédios a portadores de doenças crônicas na pandemia

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) aprovou, na sessão remota desta quarta-feira (08), a implantação de plano emergencial de entrega de medicamentos aos doentes crônicos durante a pandemia provocada pelo…