Por pbagora.com.br

Afastado de suas funções do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB), há quase um ano, o conselheiro, Arthur Cunha Lima, entrou com um pedido de aposentadoria na Previdência Social da Paraíba, no dia 13 de novembro.

Arthur é um dos alvos da Operação Calvário, que investiga desvio de recursos públicos, para a gestão de unidades de saúde, nos anos de 2011 até dezembro de 2018.

De acordo com as investigações, Arthur Cunha Lima é suspeito de participar do esquema, onde supostamente receberia propina para a aprovação das contas da Cruz Vermelha do Rio Grande do Sul, que era responsável pela administração do Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa.

PB Agora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Notícias relacionadas

Semam-JP não descarta que contaminação química tenha causado mortes de peixes na Lagoa

A Secretaria de Meio Ambiente de João Pessoa (Semam-JP) não descarta que a morte de peixes registrada na lagoa do Parque Solón de Lucena seja resultado de uma contaminação química.…

Sine de CG inicia semana oferecendo quase 50 vagas de emprego

A última semana do mês de janeiro foi iniciada com a Prefeitura de Campina Grande, por meio do Sine Municipal, oferecendo 47 novas vagas de trabalho formal. Nesta segunda-feira, 25,…