Por pbagora.com.br

Durante a semana, o técnico Ricardo Gomes, do São Paulo, avisou que o Vitória sabia se aproveitar muito bem do mando de campo. E ele tinha razão. Na noite deste sábado, em partida válida pela nona rodada do Campeonato Brasileiro, o time baiano foi superior na maior parte do tempo e fez 3 a 2 no clube paulista, ainda desorganizado no pós-Copa.

Agora com 12 pontos, o Vitória aparece na oitava colocação. Já o São Paulo, que continua com 11, caiu para décimo. As posições devem mudar com o complemento da rodada no domingo. No caso do Tricolor, a situação pode piorar consideravelmente, já que durante a semana o clube retomou sua rotina no Nacional perdendo para o Avaí, no Morumbi.

O triunfo desta noite fez o Leão acabar com longo jejum diante do Tricolor, que venceu os nove duelos anteriores em Brasileiros. Desde a edição de 2002, o clube paulista passava com vitória pelos baianos. As duas equipes só ficaram sem se encontrar nos anos de 2005, 2006 e 2007, quando o Rubro-Negro estava fora da primeira divisão.

As duas equipes voltam a campo pela décima rodada do Campeonato Brasileiro na próxima quarta-feira, dia 21 de julho, às 19h30m (de Brasília). O São Paulo recebe o Grêmio Prudente, no estádio do Morumbi, na capital paulista. Já o Vitória joga mais uma vez no Barradão, em Salvador. O adversário da vez será o Goiás.
 

 

Vasco X Atlético

Antes de a bola rolar em São Januário, o público recebeu uma pequena revista chamada ‘Preliminar’. A publicação, com detalhes sobre a partida, tem o intuito de ser uma espécie de programa do jogo, como acontece nos espetáculos teatrais. Com a ‘abertura das cortinas’, o torcedor do Vasco viu uma doce comédia romântica, daquelas que ninguém liga para a rápida resolução da trama. Com dois gols e dois jogadores a mais ainda no primeiro tempo, o time garantiu a vitória por 3 a 1 sobre o Atlético-PR, que segue roteiro de dramalhão, ainda sem vitória fora de casa no Brasileiro.

Para os torcedores do Furacão, o vilão da noite de choro e terror foi o árbitro Nielson Nogueira Dias, que errou ao marcar o pênalti do segundo gol cruzmaltino e também foi criticado pela expulsão de Chico.

Polêmicas à parte, o Vasco, que segue invicto contra o Furacão na Colina, ganhou uma posição no campeonato, passando o próprio Atlético-PR. O time de PC Gusmão está em 18º, com nove pontos. O Atlético-PR segue com sete, em 19º. Na próxima rodada, o Vasco enfrenta o Grêmio, quarta-feira, no Olímpico, às 21h50m. O Furacão pega o Santos no mesmo dia e horário, na Arena da Baixada.
 

 

PB Agora

com G1

Notícias relacionadas

Campinense anuncia Ranielle Ribeiro como novo técnico

O Campinense já tem novo treinador. Menos de 24h após demitir o treinador Ederson Araújo, a Raposa anunciou a contratação d Ranielle Ribeiro, de 41 anos, para comandar a equipe…

Campinense anuncia a demissão de Ederson Araújo

A derrota para o São Paulo Crystal por 2 a 1 no último domingo foi um golpe duro demais para o técnico do Campinense, Ederson Araújo, suportar. Na tarde desta…