Por pbagora.com.br

O meia Thiago Neves perdeu a cabeça na derrota que o Fluminense sofreu para o Águia Marabá, por 2 a 1 , na noite de quinta-feira, no estádio Mangueirão, em Belém, pela segunda fase da Copa do Brasil. Aos 39 minutos do primeiro tempo, ele jogou a bola em cima do gandula Daniel Ferreira e acabou sendo expulso de campo pelo árbitro Wilton Pereira Sampaio.

O técnico Carlos Alberto Parreira não livrou a cara do camisa 10 e desaprovou a atitude do jogador.

– Eu estava encoberto na hora e não vi o que aconteceu. Fiquei sabendo que ele jogou a bola em cima do gandula e foi expulso pela arbitragem. Thiago Neves perdeu a cabeça e esta atitude tem que ser punida. Ele já pediu desculpas para todos no vestiário por ter prejudicado o time com a sua expulsão – afirmou Parreira.

Sem poder contar com os laterais Mariano e Leandro, o treinador apostou nas escalações de Eduardo Ratinho e João Paulo e fez elogios aos novos titulares.

– Não pude contar com eles e Ratinho e João Paulo entraram bem no time. Não podemos esperar muito do Ratinho, que ficou cinco meses sem jogar. Mas ele entrou e cumpriu bem a função dele enquanto teve gás. Ganhei mais uma opção no elenco – disse Parreira.

globoesporte.com

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Flamengo vence o Palmeiras, sobe na tabela e embola briga pela liderança

A significativa 31ª rodada do Campeonato Brasileiro foi território de um duelo franco entre Flamengo e Palmeiras, aspirantes ao título, nesta quinta-feira. O palco foi o Estádio Mané Garrincha, com…