Por pbagora.com.br
 
 

Ainda sem vencer na temporada de 2021, o Botafogo-PB vai em busca de seu primeiro triunfo na Copa do Nordeste podendo contar com sua principal contratação do ano na noite deste domingo (21), às 20h, no estádio Rei Pelé, em Maceió.

Já o Treze volta as atenções para a Copa do Nordeste, buscando a liderança do Grupo A. O Galo da Borborema enfrenta, na noite deste domingo (21), o ABC-RN, que busca entrar no G4 do Grupo B. A bola rola no estádio Amigão, em Campina Grande, às 18h.

PREPARAÇÃO DO BELO

Se ainda não ganhou, o time da estrela vermelha ainda não perdeu, mas os 3 pontos em três jogos o deixam na vice-lanterna do Grupo B da competição. Já o Galo da Pajuçara é o quinto colocado do Grupo A, com 4 pontos, um três a menos que o líder Bahia.

Os donos da casa vem de uma semana de folga, uma vez que o confronto diante do Goianésia, pela Copa do Brasil, foi adiado devido as restrições de Goiás para combater a Covid-19, que inviabilizaram a realização da partida no estado, e outro local não foi encontrado em tempo hábil. Por isso, o técnico Roberto Fernandes pode contar com quase tudo que há de melhor no elenco. As exceções são o meia Wesley, que está machucado, e o atacante Ewandro, que ainda não foi regularizado.

Já no lado do Botafogo-PB, a expectativa é pela estreia de Clayton. Contratado como principal da temporada, o jogador vem aprimorando a forma física, mas ainda não se encontra nas condições ideais. Por isso, é mais provável que o meia inicie o jogo no banco de reservas, após o treinador Marcelo Vilar ter deixado claro em entrevista durante a semana que quer preservar o atleta ao máximo para que ele só entre em campo quando estiver o mais próximo possível de sua forma ideal. Quem fica de fora mais uma vez é o atacante Rafael Oliveira, que não se recuperou de uma contusão na coxa que o tirou da partida diante do Sampaio Corrêa.

TREZE EM CAMPO

Com 5 pontos em três rodadas e invicto na competição, o alvinegro paraibano quer dar sequência ao bom início de temporada que vem fazendo. A derrota por 1 a 0 para o Coelho, na última quinta-feira, deixou a impressão de uma equipe competitiva para jogo contra adversários melhores tecnicamente. Agora, o desafio é conseguir os três pontos diante de um rival de nível técnico semelhante, tendo que buscar o jogo.

Para isso, o treinador Marcelinho Paraíba segue sem contar apenas com o zagueiro Adriano Alves, com uma entorse no joelho. As dúvidas são pela escalação do meia Ancelmo, de característica mais ofensiva, no lugar dos volantes Régis Potiguar ou Romeu, ou um atacante para fazer companhia a Jairinho, com o objetivo de tornar a equipe mais ofensiva.

Pelo lado do Elefante Potiguar, que também tem 5 pontos, mas está na quinta colocação de sua chave, com campanha semelhante a do Galo, o ânimo vem renovado após a classificação na Copa do Brasil diante do Rio Branco de Venda Nova, Espírito Santo, com um empate por 1 a 1 fora de casa.

O técnico Sílvio Criciúma tem três baixas por motivos médicos para o duelo de logo mais. Os laterais-esquerdo Victor Lindenberg e Marcílio, além do meia Denner, estão lesionados e ficam fora de combate. Sem duas peças, o lado esquerdo do campo terá que contar com alguém improvisado, provavelmente o meia Marcos Antônio, que vem atuando interinamente na função.

 

Fonte: A voz da Torcida