Tecnologia cara. O uso do assistente de vídeo (VAR) nas finais do Campeonato Paraibano foi descartado. O árbitro de vídeo era um sonho da presidente da Federação Paraibana de Futebol (FPF), Michele Ramalho.  Só que o alto custo financeiro para por em pratica essa tecnologia, impediu a presença do árbitro de vídeo nas finais do Estadual.

 Porém, um outro objetivo da presidente, que foi manifestado recentemente, está sendo negociado. Segundo o diretor executivo da FPF, Otamar Almeida, a federação pretende contar com árbitro FIFA para as decisões do estadual.

O segundo jogo da final do estadual foi remarcado justamente para que a CBF pudesse alocar um árbitro FIFA disponível para comandar o apito. A partida estava marcada para o dia 20 deste mês e foi adiada para o dia 23. A presidente da FPF, inclusive, disse já ter conversado com o presidente da Comissão de Arbitragem da CBF, Leonardo Gaciba, para formalizar o pedido.

As finais do Campeonato Paraibano estão marcadas para os dia 17 e 23 deste mês e já tem um finalista definido, o Campinense, que venceu o Atlético-PB nos pênaltis e garantiu sua vaga na decisão. A segunda vaga na finalíssima será definida neste fim de semana. Botafogo-PB e Nacional de Patos realizam o jogo de volta das semifinais neste domingo, às 17h, no Estádio Almeidão.

Redação

 


Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário