A Fifa definiu que fará um sorteio extra para saber qual europeu ‘sobrará’ na hora de estabelecer os grupos da Copa do Mundo de 2014. O sorteio oficial será na próxima sexta-feira, a partir das 14h (de Brasília), na Costa do Sauipe, na Bahia.

A decisão da Fifa, e do comitê-organizador da Copa-2014, após uma reunião na manhã desta terça-feira na Costa do Sauipe, deixou em aberto a possibilidade de um ‘supergrupo da morte’ com até três campeões mundiais, podendo até ser do Brasil, que estará na chave A.

Mas a Fifa fez uma aposta para tentar evitar esse "supergrupo", o que ela não deseja porque desviaria atenção de outras chaves.

Se a entidade usasse o critério ranking, a França seria o time europeu a deixar o pote da Europa rumo ao pote 2, junto com africanos e sul-americanos. Utilizando o sorteio, esse europeu pode ser a Grécia, a Bósnia-Herzegóvina ou a Croácia, times menos tradicionais, o que evitaria "supergrupos" da morte.

São quatro potes (veja mais abaixo). Cada um deles terá oito seleções. Somente o pote 1, com os cabeças de chave, havia sido definido até segunda-feira, com base na colocação dos países no ranking Fifa de outubro: Brasil, o país-sede, além de Espanha, Argentina, Alemanha, Uruguai, Colômbia, Suíça e Bélgica.

Campeãs mundiais como Itália, Inglaterra e França, e a atual vice-campeã Holanda, sobraram. E todos eles entrarão no pote com nove europeus, o 4. O europeu que ficará fora do pote 4 e entrará no pote 2 será conhecido antes do sorteio final.

Esse europeu, automaticamente, entrará na chave de um time sul-americano. Assim que ele for sorteado e migrar do pote 4 para o pote 2, a Fifa criará um quinto pote, chamado de X, que entrarão os quatro cabeças de chave sul-americanos – Brasil, Colômbia, Argentina e Uruguai. Um deles será sorteado para receber em sua chave o europeu.

Feito esse sorteio, o pote X acaba e os times da América do Sul voltam ao pote 1 para o restante do sorteio.

 

 

 

Folha

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário