Por pbagora.com.br

Adaptar aulas a um novo formato, estudar, planejar e se preparar para ensinar por meio das tecnologias. Exercer a profissão de professor em 2020 tem sido um grande desafio, algo importante para ser lembrado neste dia 15 de outubro, Dia do Professor. Por causa da pandemia, foi necessário se reinventar e modificar metodologias para continuar mediando aprendizagens. A dedicação dos professores da Rede Estadual de Ensino no aprendizado dos estudantes é resultado do crescimento profissional e desenvolvimento pedagógico adquiridas das ações e programas da Secretaria de Estado da Educação e da Ciência e Tecnologia (SEECT) voltados para os docentes, a exemplo do Regime Especial de Ensino, Prêmios Mestre da Educação e Escola de Valor, formações via ParaíbaTec, Gira Mundo Professor e Soma – Pacto pela aprendizagem da Paraíba.

Durante a pandemia, a Secretaria de Estado da Educação e da Ciência e Tecnologia (SEECT) criou um Regime Especial de Ensino para a realização das aulas remotas. Para isso, foi ministrado curso de formação continuada para ajudar os professores a darem aula pelo meio virtual.

O secretário de Estado da Educação e da Ciência e Tecnologia, Cláudio Furtado, destacou a importância de primeiro pensar na qualificação e crescimento do professor. “Nesse momento de pandemia, os professores estão sendo de fundamental importância. A SEECT vem investindo no professor, tanto na questão salarial, por meio de aumento do piso em todos os níveis, até para professores aposentados, como também crescimento educacional por meio de capacitações nos cursos do ParaíbaTec, cursos internacionais com Programa Gira Mundo e valorização de projetos por meio dos Prêmios Mestre da Educação e Escola de Valor, que foi mantido mesmo diante da pandemia”, disse.

O secretário ainda parabeniza os professores da Rede Estadual pela dedicação nas aulas remotas. “Os professores estão se capacitando e se dedicando para que o aprendizado chegue ao aluno, utilizando o Google sala de aula e protagonistas na TV Paraíba Educa. A formação do ParaíbaTec tem sido muito importante para a nossa base técnica nos cursos de Formação Inicial Continuada (FIC). Agradecemos a estes que contribuem para o dia a dia da educação e são responsáveis pela a educação de todo o estado. Parabéns professores!”, ressaltou Cláudio Furtado.

O professor de Geografia, Josely Galvão, da Escola Cidadã Integral Técnica Professor Antônio Gomes, em Bayeux, comentou sobre sua experiência com o ensino remoto.  “Tem sido uma experiência incrível e bastante desafiadora. Nós professores estamos aprendendo muito com todo esse momento de pandemia. A cada dia vem surgindo novos desafios. Mas vejo também o esforço da SEECT em fazer com que tudo aconteça de forma concreta. A SEECT tem nos ajudado muito. Seja nas formações, reuniões, em Lives, sempre nos motivando cada vez mais. Acho isso muito importante, pois o desgaste não é só físico, mas também emocional. Estamos vencendo essa batalha e me orgulho de ter vivido esse momento do ensino remoto. Acredito que todos nós professores voltaremos para a escola com um olhar diferenciado e aproveitado cada minuto do ensino presencial. Agradeço a todos da Secretaria por todo esforço e dedicação por esse ensino ter dado certo”, disse o professor.

Prêmios Mestre da Educação e Escola de Valor – Além dos programas educacionais, os professores da Rede Estadual também recebem incentivos e motivação por meio dos prêmios Mestre da Educação e Escola de Valor. O objetivo dos prêmios é valorizar os professores da rede pública estadual da Educação Básica que se destaquem pela competência nas diversas áreas do conhecimento e por práticas pedagógicas inovadoras e bem sucedidas que promovam os estudantes, possibilitando-lhes a permanência e elevação do nível de aprendizagem.

Em 2020, os prêmios, que estão com editais abertos, têm por objetivo o fomento, a seleção e valorização de práticas pedagógicas exitosas executadas por professores e pela comunidade escolar nas unidades de ensino públicas estaduais, que comprovadamente estejam tendo sucesso na atuação no Regime Especial de Ensino, durante o ano letivo de 2020. Os profissionais que forem premiados serão contemplados com valores correspondentes ao 14º e 15º salários. Na edição de 2019 foram contemplados 1.227 professores e 61 escolas, através de 2.653 profissionais da educação.

Formações pelo ParaíbaTec – Para a prática do Regime Especial de Ensino em 2020, foi lançado edital de seleção de 100 tutores para formação e acompanhamento de professores na plataforma Google Classroom, um investimento de R$ 285 mil. A SEECT também, por meio da Gerência Executiva de Educação Profissional (GEEP) e da Coordenação Geral do Paraíbatec, realizou o curso de Tecnologias Educacionais e Produção de Material Didático para profissionais de Educação das Redes Estadual, Municipal e Privada, com o objetivo de desenvolver habilidades para a realização das aulas remotas durante a pandemia.

Segundo o coordenador do ParaíbaTec, Herbbety Vieira,  9.979 professores da Rede Estadual concluíram o curso e 1.796 Professores da Rede Municipal estão cursando.  “Para nós do ParaibaTec foi um desafio e uma realização poder contribuir decisivamente para implementação do ensino remoto nas escolas estaduais da Paraíba. Particularmente eu percebo que houve dois ganhos, um que antecipamos e concentramos o ganho de habilidades técnicas para uso de ferramentas digitais e o segundo foi a superação da falsa ideia que o ensino remoto não tem vantagens. Acredito que o legado disso será sem dúvidas um ensino híbrido com forte característica tecnológica em nossas escolas”, avaliou Herbbety.

Gira Mundo Professores – O Programa ‘Gira Mundo Professor’ busca melhorar o empreendedorismo, a coesão social, a digitalização e a internacionalização nas escolas públicas da Paraíba, como forma de aprimoramento das competências dos professores por meio da aplicação dos modelos pedagógicos finlandeses e israelenses no contexto paraibano.

Em 2020 foram desenvolvidas atividades de implementação dos projetos de desenvolvimento elaborados a partir das formações internacionais e executados no contexto das escolas de cada professor. As atividades foram desenvolvidas por meio de seminários on-lines e webnários.

Durante o processo de implementação, o professor teve a oportunidade de multiplicar a formação, assumindo o papel de formador e vivenciando processos de inovação educacional dentro das suas comunidades escolares.

De acordo com a assessora pedagógica da SEECT, Taísa Dantas, um novo passo que deverá ser dado é o fortalecimento da educação profissional. “Temos como meta estabelecer cooperações que permitam o aprofundamento no pensar pedagógico integral, propostas didáticas que permitam que o professor possa se fortalecer enquanto facilitar desse processo formativo dos estudantes, não só quanto ao seu projeto de vida, mas também quando ao seu projeto de sociedade, por meio da formação para o mercado de trabalho”, falou.

Em 2019, o programa Gira Mundo Professor disponibilizou 1.460 vagas para curso preparatório de proficiência em língua inglesa e língua espanhola para os professores efetivos e que estejam em pleno exercício de suas atividades na Rede Estadual. ·.

O curso preparatório tem como principal objetivo permitir que todos os professores efetivos na Rede, possam aperfeiçoar seus conhecimentos em línguas estrangeiras, e assim concorrer em igualdade de condições às bolsas ofertadas para formação no exterior do Programa Gira Mundo Professor.

SOMA – O Programa Soma – Pacto pela Aprendizagem na Paraíba é uma ação estratégica para a melhoria dos indicadores educacionais das redes públicas articulada à contrapartida do Pacto Social pelo Desenvolvimento da Paraíba, fortalecendo a cooperação entre o Estado e os 219 municípios que formalizaram a parceria, com a missão de fomentar a alfabetização na idade certa.

O Soma auxilia no desenvolvimento e na aprendizagem das crianças, trazendo como um dos principais resultados a alfabetização na idade certa. Na Paraíba, 195 escolas estaduais e mais de 2.000 escolas municipais são beneficiadas diretamente pelas ações do Regime de Colaboração do programa.

Em 2020, o aprendizado passou a ser com um modelo de ensino remoto por conta da pandemia da covid-19, e para continuar com práticas ativas de aprendizagem nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental, o Programa Soma utilizou todos os recursos para garantir o acesso dos alunos aos conteúdos. As formações para capacitar os coordenadores, professores e assessores do programa foram realizadas on-line e replicadas para os professores que atuam nas escolas estaduais e municipais pactuadas com o Soma.

“O Soma precisou se adaptar e evoluir para que as suas formações e instrumentos chegassem a todos. Em agosto, realizamos uma formação geral para 1.200 professores e coordenadores pedagógicos das escolas da Rede Estadual de Ensino. Durante quatro dias os professores estiveram divididos em 32 salas virtuais, aprendendo conteúdos da Base Nacional Comum curricular, assim como estratégias para o ensino em tempos de aulas remotas. Da mesma forma, no Regime de Colaboração com 219 municípios da Paraíba, temos realizado formações bimestrais para aproximadamente 400 formadores municipais, que repassam os conteúdos para 12.000 profissionais da Educação em toda Paraíba, de Cabedelo até Cachoeira dos Índios, já na fronteira com o Ceará”, contou o coordenador do Soma, Herbert Gomes,

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Fies: exigência de nota mínima na redação é adiada

Mudança foi publicada no Diário Oficial da União Para concorrer ao Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) em 2021 não será mais exigida a nota mínima de 400 pontos na redação…