Por pbagora.com.br

No último sábado, logo cedo, quando muitos paraibanos ainda estavam dormindo, uma boa notícia chegava da China, dando conta de que a equipe de alunos do IFPB sagrou-se campeã mundial da Huawei ICT Competition na trilha de Cloud Computing.

A equipe é composta por Weslley Santos e Mariana Barros alunos do bacharelado em Engenharia Elétrica do Campus João Pessoa (IFPB) e por Edson Luiz, egresso do Curso Superior de Redes de Computadores, atualmente mestrando em Tecnologia da Informação do Campus João Pessoa, e que atuou em projetos no Polo de Inovação desde 2018.

A competição incluiu as tecnologias mais recentes, como computação em nuvem, Inteligência Artificial e Big Data que são pertinentes para a competitividade dos alunos no mercado de trabalho. A equipe chegou à final mundial após vencer a etapa nacional e a latino-americana.

Os vencedores fazem parte de um trabalho sério e competente que vem sendo desenvolvido pelo Polo de Inovação do IFPB e seus laboratórios credenciados.

Tal proposta já possibilitou a capacitação de centenas de estudantes da instituição em parcerias com empresas como a Huawei. O professor Michel Coura Dias é o tutor dos estudantes na competição.

O reitor do IFPB, professor Nicácio Lopes, ao receber a notícia enalteceu o entusiasmo dos estudantes durante todo o certame e o trabalho de mentoreamento dos professores envolvidos na capacitação dos estudantes que atuam, em especial, neste projeto e em outras pesquisas desenvolvidas no Polo de Inovação do IFPB.

“Não há maior satisfação para um reitor do que receber boas notícias de seus estudantes e professores”, disse Nicácio ao afirmar que essa conquista, em particular, é um testemunho para o mundo de que o IFPB investe na capacitação e na competência digital dos seus estudantes, buscando torná-los produtores de conhecimento e inovação.

Sendo sua primeira participação na fase mundial da ICT Competition, a equipe
brasileira deixou para trás times de países com bastante tradição em tecnologia da informação e comunicação, dentre eles Reino Unido, Rússia e Peru, sendo este último o campeão mundial do ano passado.

“Foi fruto de muito esforço e dedicação dos estudantes. Nos cerca de 30 dias,
entre a final latino-americana e a final mundial, fizemos um programa de estudo
que envolveu a resolução de centenas de exercícios”, informou o professor Michel Coura Dias. Ele acrescentou que foram inúmeras práticas de laboratórios, cursos complementares e vários simulados com condições idênticas ao real. “Certamente fez a diferença”, completou o professor Michel Coura Dias.

“A cada etapa eram novos desafios, equipes mais fortes e provas mais difíceis. Ter chegado até a fase mundial e conquistado o primeiro lugar, nos mostra que todo esforço é recompensado.”, comentou Mariana. Ela conta que começou a estudar Cloud para as competições da Huawei, no ano passado, e confiou na empolgação do professor Michel e dos colegas que já tinham participado da disputa em 2019 quando foram campeões nacionais.

“Como mulher, quero afirmar que todas nós somos capazes de coisas incríveis e que mesmo em meio à tantas diferenças, desistir jamais deverá ser uma opção.”, frisou Mariana.

“É uma alegria única ser campeão mundial. Avançar em cada etapa e poder demonstrar nossas habilidades para todo o mundo foi uma experiência realmente motivadora.  Pudemos colocar a Paraíba no topo e mostrar que a nossa região também é muito forte. Gostaria de agradecer a cada professor que tomou de seu tempo para ajudar, seja com material para estudo ou palavras motivadoras, todos eles fizeram a diferença no nosso resultado.”, afirma Weslley.

De acordo com o professor orientador Michel Coura Dias outros docentes, também, participam do Projeto de Capacitação que o IFPB desenvolve em parceria com a Huawei para fomentar novos talentos na área de TICs.

“Participam também os professores Mateus Lima, coordenador do projeto, Moacy Pereira e Marcelo Portela”, lembrou. Estas parcerias além de capacitar nossos alunos em tecnologias de ponta do mercado fomentam todo o ecossistema de inovação da instituição.

O laboratório Assert, credenciado ao Polo de Inovação, já capacitou mais de 500 alunos utilizando recursos de projetos de inovação em parceria com empresas nas mais diversas áreas tais como Telecomunicações, Indústria 4.0, Redes de Computadores e Engenharia Biomédica. Além disso, o programa de formação de RH do Polo tem acompanhado por meio de tutoria os estudantes envolvidos nos projetos.

A parceria da Huawei tem sido fundamental para fomentar novos talentos em TICs no IFPB. Atualmente há uma Huawei ICT Academy em funcionamento e está sendo ofertado um curso FIC em HCIA Routing & Switching de maneira gratuita a comunidade interna e externa ao IFPB.

Quem viver verá em futuro próximo novas conquistas do Instituto Federal da Paraíba. A depender do trabalho inovador do Polo de Inovação, da criatividade dos professores, do entusiasmo dos estudantes do IFPB e da estratégia da Huawei na capacitação de novos talentos em TIC.

PB Agora

Deixe seu Comentário