O consumo médio de energia no Brasil deve crescer 2% em 2009, em relação ao ano passado, estimou nesta terça-feira (24) o diretor-geral do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), Hermes Chipp.

 

A estimativa é em torno de 1,5 mil megawatts (MW) inferior à previsão inicial, que era de um consumo de 55 mil MW médios. Segundo ele, a previsão havia sido feita antes da crise financeira e por isso teve que ser revista.

 

Chipp acredita, porém, que no mês de fevereiro e início de março já começou a ser invertida a tendência de redução da demanda que foi sentida no fim do ano passado.

 

"A partir de novembro, o ONS notou uma queda na demanda tanto na comparação com o mês imediatamente anterior quanto em relação a igual período de um ano antes, mas isso já se inverteu", disse após participar de evento promovido pelo Grupo de Estudos do Setor Elétrico (Gesel). Para ele, as "medidas tomadas pelo governo, com redução de impostos e mais facilidades para financiamento, ajudaram a inverter o quadro".

G1

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Quase 3700 trabalhadores solicitaram seguro desemprego no 1º semestre em CG

O coordenador do Sine Municipal, André Leite Toledo, acaba de receber o relatório da equipe técnica do Sistema Público Municipal de Emprego, Trabalho e Renda, com os números de atendimentos…

Acaba hoje liberação de saques do auxílio emergencial; veja o calendário

A Caixa Econômica libera nesta terça-feira (14) os saques e transferências da primeira parcela do auxílio a todos os beneficiários deste lote, portanto os beneficiários do auxílio emergencial nascidos entre…