A Paraíba o tempo todo  |

Carro com GNV: especialistas destacam as vantagens e desvantagens de instalar um Kit de Gás

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Se você é motorista de aplicativos ou simplesmente quer economizar mais no consumo de combustível do seu carro, provavelmente já ouviu falar na conversão para usar Gás Natural Veicular. Mas você conhece as vantagens e desvantagens do GNV? Para falar sobre esse tema foram ouvidos os técnicos da PBGás, Jailson Galvão e Odilson Nóbrega, além do especialista em combustíveis Gilberto Pose, que  explicam que há vantagens e desvantagens que o motorista deve estar atento.

Vendo os recentes, reajustes na gasolina e do álcool neste ano, rodar com Gás Natural Veicular (GNV) ficou ainda mais econômico proporcionando uma economia superior a 40% para motoristas da Grande João Pessoa e 35% de Campina Grande é o que aponta os técnicos da Companhia Paraibana de Gás (PBGás). Segundo os representantes da empresa PBGás, para se ter ideia da economia, o motorista que rodar 3 mil km por mês, por exemplo, terá uma economia de R$ 650,00, com base no desempenho médio de um veículo popular.

“É só fazer a conta que o motorista percebe que ele vai rodar mais e gastar menos com o combustível” diz, Jailson Galvão. Assim também pensa, Odilson Nóbrega, destacou os avanços verificados nos últimos anos nos kits GNV. “Hoje os kits de quinta geração preservam integralmente o desempenho do veículo e a sua economia. Por isso, recomendamos que as conversões sejam feitas em oficinas credenciadas pelo Inmetro, garantindo assim sua eficiência e segurança”, comentou Odilson.

Manutenção – Com relação ao veículo, dependendo da capacidade do cilindro, ele pode pesar na faixa dos 60 quilos. Sendo assim, é recomendado que se faça um reforço na suspensão traseira, com a troca das molas originais por outras reforçadas. Além disso, o GNV pode causar maior desgaste em outros componentes do veículo, como as velas de ignição, cabos de vela e filtro de ar, por isso Gilberto Pose, alerta que ficar a tento a segurança na instalação é fundamental. “Procurar um lugar mais barato, que não seja credenciado, coloca em risco o dono do carro, seus familiares e as pessoas que estão ao seu redor. É comum ver na mídia casos de veículos com kits gás instalados de forma irregular, que causam graves acidentes durante o abastecimento”, alerta Pose.

Para entender quais são as vantagens e desvantagens do GNV, precisamos em primeiro lugar explicar o que é esse combustível e como ele pode ser utilizado no seu carro.  O Gás Natural Veicular é um tipo de combustível automotivo não líquido que pode ser usado para mover a maior parte dos carros no mercado depois de uma intervenção para adaptar os veículos. Atualmente, nenhum carro sai de fábrica compatível com o combustível, embora a situação fosse diferente até 2016, quando o Fiat Siena Tetrafuel saiu de linha.

Para poder usar o GNV em um carro, é necessário instalar um kit GNV que ocupa quase todo o porta-malas do automóvel com os cilindros de gás que são vendidos no mercado.

Quais as vantagens e desvantagens do GNV?

Agora que já explicamos superficialmente do que estamos falando, é hora de ver as vantagens e desvantagens do GNV. Somente assim podemos decidir se vale ou não a pena instalar o sistema no carro.

Vantagens

Maior economia

Um dos principais benefícios para quem quer instalar um kit GNV no carro é a economia de combustível. De acordo com uma análise da revista Exame, o uso de GNV no carro pode gerar uma economia de até 56,5% em relação à gasolina.

Menos poluente

O GNV é um gás que emite cerca de 20% menos dióxido de carbono na atmosfera, o que faz com que ele seja bem menos poluente. Por causa disso, o motorista contribui com o meio ambiente e evita piorar o cenário de mudanças climáticas.

Há benefícios em peças do carro

O uso do kit GNV ajuda a aumentar a durabilidade de algumas peças do carro. Quem mais sente o benefício é o sistema de injeção. Ao contrário da gasolina ou etanol, o Gás Natural Veicular não permite o acúmulo de resíduos nos bicos injetores, o que aumenta a sua vida útil. O óleo lubrificante do motor também dura mais tempo pelo mesmo motivo. Já o escapamento do carro pode ganhar 20% mais vida útil por não haver acúmulo da água que existe na gasolina e no etanol.

Desvantagens

Custo de instalação alto

Como nem tudo são flores, o kit GNV também tem desvantagens. A primeira delas é o custo de instalação alto: um serviço bem feito e credenciado pelo Inmetro pode girar ao redor de R$5.000,00 a R$7.000,00 ou até mais.

Perda da garantia

A instalação do kit GNV no automóvel gera a perda automática da garantia do veículo. Por isso, caso você tenha algum problema com o carro, não poderá usar os serviços da concessionária para resolvê-lo.

Desvalorização do veículo

Muitos motoristas de aplicativos e taxistas instalaram o kit GNV para economizar com gasolina. De fato, a economia é muito vantajosa. No entanto, eles têm uma surpresa negativa quando vão comprar um novo carro para Uber ou táxi: o veículo atual perdeu boa parte do seu valor por causa do kit.

De acordo com uma análise de mercado, um carro com GNV pode perder de 15 a 20% do seu valor simplesmente por ter o kit instalado. Isso acontece por causa da perda de bateria e da modificação do automóvel.

Assim, quando você for usar o carro de entrada para financiar um novo modelo, terá essa queda de valorização e precisará pagar mais. Além disso, muitas concessionárias podem nem aceitar o carro modificado como entrada na hora de trocar o veículo.

Danos mecânicos

Se o GNV ajuda na conservação de algumas peças, ele também prejudica outras. Os cabos de velas são os maiores prejudicados pois perdem METADE da sua vida útil (que é normalmente de 30 mil quilômetros). Esse é um gasto extra para motoristas de aplicativos pois acabam tendo de trocar os cabos de vela quase que mensalmente. O cabeçote do motor também sofre, pois passa a receber maior pressão vinda do GNV. Isso causa fissuras e pode fazer a peça trincar, tendo de trocá-la.

Perda de potência

De acordo com uma análise, o kit GNV pode gerar uma perda de pelo menos 3% da potência do motor do carro. Isso considerando o GNV de 5ª Geração, que é a versão mais atual do sistema. Versões mais antigas geram perdas ainda maiores.

Maior custo de manutenção

Uma das desvantagens do GNV é o fato de que ele exige um cuidado de manutenção maior. Primeiro porque você perdeu a garantia do automóvel. Em segundo lugar, porque o sistema exige uma atenção maior mesmo (até porque ele é considerado uma modificação no carro e, portanto, é inspecionado com maior vigor pelo Detran). Esse cuidado extra, claro, custa dinheiro.

Risco de acidentes

Apesar de pequeno, a instalação do GNV pode aumentar o risco de acidentes e incêndio no carro, já que o gás é altamente inflamável. Esse risco é muito maior quando o sistema é instalado de maneira informal, sem ser feito por uma equipe credenciada.

Perda de espaço

Por fim, um problema comum do Gás Natural Veicular é a perda de espaço no porta-malas. Para motoristas de aplicativos, isso pode custar algumas viagens já que os clientes podem querer usar o porta-malas para ir ao aeroporto ou fazer viagens maiores.

Redação

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      4
      Compartilhe