A Paraíba o tempo todo  |

Sanfoneiro paraibano Zé Calixto morre aos 87 anos no Rio de Janeiro

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Morreu ontem (13), Dia Nacional do Forró, o sanfoneiro e compositor paraibano José Calixto da Silva, popularmente conhecido como Zé Calixto. Aos 87 anos, o instrumentista, considerado uma referência na música nordestina, enfrentava problemas de saúde e morreu no Rio de Janeiro, cidade onde residia há décadas.

Nascido em Campina Grande, Zé Calixto é uma referência quando o assunto é a sanfona de oito baixos, instrumento clássico e de difícil manuseio. Ele começou a tocar aos oito anos de idade e aos doze já se apresentava sozinho em bailes e festas da Rainha da Borborema, onde era atração cativa durante a programação d’O Maior São João do Mundo.

Ao longo de sua trajetória musical, Zé gravou mais de 25 LPs e 4 CDs, marcando a história da música nordestina ao lado de nomes como Luiz Gonzaga, Jackson do Pandeiro e Genival Lacerda.

Após alguns dias de internação, o artista morreu em uma unidade de saúde da capital fluminense, vítima de desdobramentos da Doença de Alzheimer. O sepultamento também ocorrerá no Rio de Janeiro.

Redação

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      13
      Compartilhe