O ex-governador e atual presidente da Fundação João Mangabeira (FJM), Ricardo Coutinho (PSB), criticou o uso de agrotóxicos pelo Brasil. De acordo com Ricardo, o Ministério da Agricultura do governo Bolsonaro aprovou nesta semana o uso de 63 novos agrotóxicos, o que soma 325 apenas em 2019.

“Somos o país que mais utiliza agrotóxicos no mundo e, ao que tudo indica, seguiremos com esse posto por muito tempo. Nesta semana, o Ministério da Agricultura registrou 63 novos agrotóxicos – já são 325 em 2019 e seguimos contando”, lamentou.

Ricardo lembrou que a ganância do Ministério da Agricultura do governo Bolsonaro está tão absurda que produtos proibidos pelos Estados Unidos e pela União Europeia estão sendo liberados, o que, além de colocar em risco a saúde dos trabalhadores rurais e dos consumidores, pode inviabilizar acordos comerciais futuros – o que seria péssimo para o Agronegócio brasileiro.

“É importante atentar que alguns desses produtos são de uso proibido nos Estados Unidos e União Europeia. A saúde dos trabalhadores rurais, dos que consomem produtos com resíduos tóxicos e nossa biodiversidade não podem estar acima do lucro”, finalizou.

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Bandidos roubam terminal de cargas de empresa aérea de mais um aeroporto

Criminosos armados com fuzis e pistolas roubaram o terminal da Latam, no Aeroporto Internacional Tom Jobim, na Ilha do Governador, no Rio, na manhã deste sábado (19). De acordo com…