O deputado Edmar Moreira (sem partido-MG) entregou nesta segunda-feira, 9, sua defesa, na Corregedoria da Câmara, no processo que investiga suposta irregularidade na prestação de contas da verba indenizatória.

O corregedor da Câmara, deputado Antonio Carlos Magalhães Neto (DEM-BA), que está em São Paulo, chega no final da tarde a Brasília e vai acertar com seus assessores os próximos passos da apuração. Moreira tinha prazo até hoje para se manifestar na corregedoria.

Moreira renunciou ao cargo de corregedor-geral após denúncias de que não teria declarado um castelo no valor de R$ 25 milhões.

 

Estadão

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Receita libera consulta a lote de restituição na próxima segunda

A partir das 9 horas da próxima segunda-feira (9), estará disponível para consulta o sétimo lote de restituição do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física (IRPF) 2019. O lote…

PEC da regra de ouro é admitida e salário de servidor poderá ser reduzido

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou, nesta quarta-feira (4/12), por 39 votos a 14, a admissibilidade da Proposta de Emenda à…