O desembargador Ivan Athié, do Tribunal Federal da 2ª Região, deixou para que o colegiado analise o pedido de liberdade do ex-presidente Michel Temer (MDB).

Assim, o habeas corpus impetrado pela defesa de Temer será julgado só na próxima quarta-feira (27/3) e o emedebista passará o fim de semana na prisão.

ENTENDA

O desembargador Ivan Athié da 1ª Turma do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2) estava analisando os pedidos de habeas corpus do ex-presidente Michel Temer, do ex-ministro de Minas e Energia, Moreira Franco, do coronel reformado da Polícia Militar de São Paulo, João Batista Lima Filho e de sua mulher Maria Rita Fratezi. 

Todos foram presos ontem (21) na deflagração da Operação Descontaminação, um desmembramento das operações Radioatividade, Pripyat e Irmandade, fases da Operação Lava Jato. As investigações apontaram crimes de corrupção, peculato e lavagem de dinheiro.

O pedido de habeas corpus do ex-presidente Temer foi feito ontem pela defesa dele. Os outros pedidos foram protocolados hoje.

Agencia Brasil 

 


Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Justiça determina volta de radares móveis às estradas federais

A Justiça Federal em Brasília decidiu nessa quarta-feira (11) revogar um despacho do presidente Jair Bolsonaro que suspendeu a fiscalização de velocidade nas rodovias federais por meio de radares móveis. Na decisão, o…

Encomendas internacionais: Receita exigirá CPF/CNPJ

A Receita Federal do Brasil exigirá, a partir de 1º de janeiro de 2020, que todas as encomendas e remessas internacionais possuam a identificação do CPF/CNPJ/Número do Passaporte do destinatário…