O forte sol do verão, que já toma conta do Litoral paraibano, requer cuidados e a preocupação com a proteção da pele e dos olhos. Conforme a dermatologista Esther Palitot, a exposição ao sol sem os devidos cuidados com a pele pode acarretar problemas agudos e crônicos. Por isso ela alerta a população sobre os riscos à saúde e orienta que devemos evitar a exposição ao sol entre as 10h e às 16h, considerado o período mais perigoso e de maior incidência de raios ultravioletas, causadores do câncer de pele.

“Nós moramos em uma região cujo sol predomina e, quando chega a estação do verão, período mais perigoso e de maior incidência de raios ultravioletas, causadores do câncer de pele, requer intensificar o uso do protetor solar, óculos escuros, chapéu ou boné e tomar bastante liquido”, alerta.

 

De acordo com estimativas da Secretaria de Saúde do Estado, a exposição excessiva ao sol vem fazendo com que os casos de câncer de pele, melanoma ou não-melanoma, chegassem aos 2,1 mil entre 2016 e o primeiro semestre deste ano. Dona Maria da Guia Bernardo da Silva comercializa chapéus na orla da Praia de Tambaú há 18 anos e revela que, apesar da constante exposição ao sol, nunca adquiriu um câncer de pele. “Eu nunca tive problemas porque uso bastante protetor solar, chapéu e roupas apropriadas para proteger a pele do sol”.

Confira dicas de proteção:

• O ideal é que você não se exponha ao sol no período entre as 10h e as 16h;

• Utilize sempre protetores solares indicados para o rosto e para o corpo, mesmo que o dia esteja nublado (lembre-se que o mormaço queima e muito);

• Tome bastante líquidos (água de preferência);

• Reaplique o protetor a cada duas horas e sempre após entrar no mar ou piscina.

• Mesmo os à prova d’água e os de “longa duração” vão perdendo sua atuação ao decorrer do dia com o suor e atrito com a roupa. Então, preste atenção na seguinte regra: aplique o protetor solar pela primeira vez ao dia 30 minutos antes de sair de casa para que ele possa ser absorvido pela pele, proporcionando a proteção adequada;

• O banho durante o verão e após a exposição solar deve ser frio;

• Proteja os olhos com óculos escuros e utilize de bonés, chapéus e viseiras para uma maior proteção;

• Utilize sabonetes glicerinados para tomar banho;

• Não utilize bronzeadores se o sol estiver muito forte.

 

 

Redação

Foto: Pedro Ventura/ Agência Brasília

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

SARAMPO: Paraíba registra dois casos suspeitos da doença

A Secretaria de Estado da Saúde registrou dois casos suspeitos de sarampo na última semana. Os pacientes estão sob investigação, segundo secretário Geraldo Medeiros. A secretaria não revelou os locais…