A Campanha de Vacinação contra influenza é retomada nesta segunda-feira (20), em João Pessoa. As vacinas estarão disponíveis em 68 ginásios escolares, três pontos de “drive-thru” (Parque da Bica e Shoppings Manaíra e Mangabeira) e ainda no ponto extra criado para esta fase, na Gauchinha.

O público-alvo são os profissionais das forças de segurança e salvamento, caminhoneiros, motoristas de transporte coletivo, pessoas com doenças crônicas, pessoas privadas de liberdade, profissionais do sistema prisional e adolescentes e jovens de 12 a 21 anos que cumprem medida socioeducativa. Os idosos e trabalhadores da saúde que não conseguiram se vacinar na primeira fase também serão atendidos.

Nesta segunda fase, iniciada no último dia 16, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) aplicou 18.330 doses da vacina e para a retomada, que acontece nesta segunda, serão disponibilizadas mais 21.330 doses para atender a demanda. Na primeira fase da campanha, foram aplicadas mais de 100 mil doses, conseguindo bater as metas e os recordes da campanha, imunizando 92,39% dos idosos e 89,24% das pessoas que trabalham na área da saúde.

“Na primeira fase batemos todos os nossos recordes e estamos confiantes que nesta segunda fase também teremos uma ótima aceitação da população, principalmente no nosso ponto extra na Gauchinha e também tendo um olhar especial para a população privada de liberdade e em medida socioeducativa”, complementou Fernando Virgolino, chefe da Seção de Imunização de João Pessoa.

O horário de atendimento nos ginásios é das 12h às 16h, nos pontos de “drive thru”, que estão no Parque da Bica e nos estacionamentos dos shoppings Manaíra e Mangabeira, as pessoas podem se imunizar das 8h às 16h. Já na Gauchinha, ponto voltado ao atendimento dos caminhoneiros, o funcionamento será das 7h às 11h e das 12h às 16h.

Documentação

Para se vacinar, os caminhoneiros, motoristas de transporte coletivo e portuários devem apresentar o contracheque da empresa em que trabalham ou a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) nas categorias C, D ou E. Os profissionais da segurança e salvamento também devem comprovar o vínculo para serem imunizados. Os funcionários do sistema prisional, a população privada de liberdade e adolescentes e jovens sob medidas socioeducativas já possuem estratégia de vacinação nos locais de referência para estes públicos.

No caso das pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, para ter direito à vacina, elas devem apresentar prescrição médica especificando o motivo da indicação da vacina ou outro documento que comprove a doença crônica que o usuário possui.
Veja todos os locais de vacinação:

/http://www.joaopessoa.pb.gov.br//influenza/

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Mais de 90 policiais penais testam positivos para Covid-19 na PB

Mais de 95 policiais penais que já testaram positivo para a Covid-19 na Paraíba. Entre eles, 39 já estão recuperados e um, o diretor da cadeia pública de Mamanguape, veio…

HULW investiga saúde mental de profissionais que atuam contra o coronavírus

Qual o impacto da pandemia de covid-19 na saúde mental dos profissionais de saúde? Essa pergunta é o que direciona uma pesquisa desenvolvida por especialistas do Hospital Universitário Lauro Wanderley…