No início da década de 90, por iniciativa das professoras Odete Leandro Oliveira (in memoriam) e Josefa Josete da Silva Santos, foi instalada, em Campina Grande, a Clínica Escola de Enfermagem da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), atendendo inicialmente a população da chamada “Vila dos Teimosos”. Cerca de 30 anos depois, graças a uma parceria inédita na Paraíba entre a UEPB e a Prefeitura Municipal de Campina Grande (PMCG), em um modelo inovador de gestão, a Clínica passou a contar com uma unidade do Programa de Saúde da Família (PSF).

A Unidade Básica de Saúde da Família (UBSF) Professora Odete Leandro Oliveira foi inaugurada oficialmente na manhã desta quarta-feira (8), em solenidade bastante prestigiada. O equipamento, instalado dentro da estrutura do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS), já está em pleno funcionamento desde março. A solenidade de inauguração foi marcada por discursos, recortes históricos e homenagens. O descerramento da placa inaugural e o desenlace da fita foram feitos pelo reitor Rangel Junior; pela secretária de Saúde do município; Luzia Marinho de Leite Pinto; pela diretora do CCBS, professora Alessandra Teixeira; pela coordenadora da Clínica, professora Fabíola Leite; e por Karolyne de Oliveira, filha da homenageada.

Em seu discurso, o reitor Rangel Junior destacou a simbologia do momento e enalteceu a memória e o esforço de muitas pessoas que, no passado, contribuíram para a implantação da Clínica Escola de Enfermagem. Ele observou que a instalação da UBSF na estrutura da UEPB é mais uma prova de que, apesar de ter o Câmpus I cercado, a Universidade está cada vez mais aberta à comunidade e arraigada com a vida do povo. “Esse sonho é resultado do trabalho de muita gente que estava antes de nós. E essa é a prova de que os sonhos não morrem nem, como dizia o poeta, envelhecem, porque certamente outros virão mais adiante para melhorar essa estrutura e criar outras”, destacou.

Rangel enfatizou ainda que o fundamento da existência da Universidade e da estrutura pública como a Prefeitura é prestar serviço à sociedade e dar conta de demandas importantíssimas. No caso da UEPB, a demanda é por educação, formação superior, pesquisa, tecnologia e desenvolvimento. Para realizar isso, segundo o reitor, se faz necessário a Instituição estar próxima da sociedade, prestando serviços que servem de aprendizado para os alunos e também como melhorias na qualidade de vida das pessoas.

O reitor enfatizou que a implantação do UBSF se reveste de dupla responsabilidade. Para além do serviço já prestado pela Clínica de Enfermagem, a Instituição agora amplia sua capacidade de servir à população, visto que o novo equipamento funciona dentro do padrão das unidades de Saúde, mas, sendo na UEPB, conta com condições muito diferenciadas de outras unidades. Ele disse que a estrutura montada pela Universidade pode servir de modelo para outras unidades de saúde.

A secretária de Saúde do município, Luzia Marinho de Leite Pinto, considerou a instalação da UBSF dentro da estrutura do CCBS um marco. Ela lembrou que a unidade vai oferecer serviço a uma população carente e que antes estava descoberta, dependendo apenas do carro “Chegou o Doutor”. Luzia também ressaltou que a unidade de Saúde servirá para ampliar o campo de estágio dos estudantes da UEPB e enfatizou que a unidade atende todas as normas sanitárias e os protocolos do Ministério da Saúde. “Não tem como mensurar o valor dessa parceria com a UEPB. Só quem ganha com isso é a população”, frisou.

Em seu discurso, a diretora do CCBS, professora Alessandra Teixeira, classificou a instalação do equipamento como um sonho realizado. Ela fez questão de expressar gratidão a todas as pessoas que atuaram como ponte para a realização dessa iniciativa. Alessandra destacou a história de luta e o compromisso da Clínica de Enfermagem com a sociedade. “Sempre que o social prevalece, sempre que a sensibilidade e a técnica prevalecem e o que coletivo prevalece, nós temos uma conquista como essa”, destacou.

A chefe de Departamento de Enfermagem, professora Cláudia Martiniano, e a coordenadora da Clínica, professora Fabíola de Araújo Leite, também destacaram a importância da unidade na formação dos futuros profissionais de saúde e na melhora do atendimento à população. “A gente já tinha estágio em toda a rede da cidade, mas tendo uma Unidade Básica funcionando dentro da Clínica é um ganho importante tanto para Enfermagem como para os demais cursos do CCBS”, destacaram as docentes.

Um dos momentos emocionantes da solenidade foi quando a professora Josefa Josete da Silva Santos fez o relato da história da Clínica de Enfermagem. Como uma das fundadoras da Clínica, ela lembrou da luta e do sonho da colega professora Odete Leandro Oliveira (in memoriam). Josefa, que é chefe adjunta do Departamento, lembrou que a Clínica começou a funcionar na gestão do então reitor Itan Pereira, em uma casa alugada na então Vila dos Teimosos, hoje bairro Universitário. Em meio às dificuldades e aos desafios, a Clínica foi relocada para outros espaços até ser transferida definitivamente para as instalações do CCBS.

s filhas da homenageada, Karolyne de Oliveira e Ana Cristina de Oliveira, além da irmã da professora, Enilda Leandro de Oliveira, marcaram presença na solenidade e agradeceram a homenagem. Em nome da família, Karolyne destacou o legado da professora Odete Leandro e ressaltou a dedicação e o amor que a fundadora da Clínica tinha pela UEPB.

Entre os presentes na inauguração estavam a pró-reitora de Gestão de Pessoas, professora Célia Regina Diniz; o pró-reitor de Infraestrutura, professor Álvaro Luiz; o diretor adjunto do CCBS, professor José Pereira; o vereador Pimentel Filho; o chefe de Gabinete da PMCG, Asfora Neto; o presidente da Associação do bairro Universitário, Ivan da Silva; além de estudantes, técnicos e professores da UEPB.

A Unidade Básica de Saúde da Família (UBSF) Professora Odete Leandro atenderá mais de 3 mil moradores dos bairros Vila dos Teimosos, Novo Bodocongó, do Conjunto João Paulo II e do Condomínio Santa Tereza. A equipe tem médico, enfermeira, técnico de Enfermagem, técnico em Farmácia, assistente social, recepcionista e auxiliar de serviços gerais, a maioria dos profissionais disponibilizada pela Secretaria de Saúde e outros da UEPB.

A unidade conta com um consultório médico, sala de curativos, recepção, sala de vacina, consultório de enfermagem, almoxarifado, sala de reunião, entre outros espaços. Entre os serviços oferecidos estão consulta de enfermagem, consulta médica, consulta de odontologia e assistência a saúde da mulher, saúde do adulto, saúde do idoso e demais serviços que uma UBSF dispõe.

Atendimento Farmacêutico

Simultaneamente à inauguração da UBSF foi promovida atividade do Curso de Farmácia, intitulada “Ação em Rastreamento e Educação em Saúde”, que fez parte das comemorações do Dia do Farmacêutico e reuniu mais de 30 estudantes envolvidos em dois projetos coordenados pela professora Lindomar Farias de Belém e pela farmacêutica da Farmácia Escola, Thiala Josino.

Na tenda montada em frente ao CCBS, foram ofertados diversos serviços gratuitos para a população, como teste de glicemia, aferição da pressão arterial e glicemia capilar, manejo de problemas de saúde autolimitados, revisão de farmacoterapia, conciliação terapêutica, acompanhamento farmacoterapêutico e medida antropométrica, usada para fazer o rastreamento de diabetes, obesidade e hipertensão. O Centro de Informações Sobre Medicamentos (CIM), coordenado pela professora Lindomar Farias também participou da ação.

Assessoria

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário