A Universidade Federal da Paraíba (UFPB) criou comissão de prevenção ao novo coronavírus (Covid-19) nessa quinta-feira (12). A primeira medida do grupo foi cancelar, por tempo indeterminado, as atividades do Programa de Mobilidade Internacional (Promobi) da instituição. Para este ano, o edital previa 138 vagas de intercâmbio para 33 instituições de 11 países.

Ao todo, 123 estudantes inscritos foram afetados, pois a classificação dos candidatos e as nomeações dependem das universidades estrangeiras que, atualmente, suspenderam as aulas. Também serão canceladas as provas de proficiências (inglês, francês e espanhol) que aconteceriam nos dias 16 e 17 de março e seriam aplicadas pelo Departamento de Letras Estrangeiras Modernas da UFPB.

“Esta decisão valerá até que as universidades estrangeiras retomem suas atividades, pois essa foi a orientação que recebemos delas”, explica Amanda Galvíncio, diretora da Agência UFPB de Cooperação Internacional. Segundo a gestora, as instituições do exterior estão suspendendo aulas presenciais e eventos internacionais.

De acordo com o presidente da comissão e diretor do Centro de Ciências Médicas da UFPB Eduardo Sérgio, orientações de infectologistas da Sociedade Paraibana de Infectologia, que acabaram de chegar de reunião em Brasília sobre o novo coronavírus, subsidiarão novas medidas. O grupo se encontrará na noite desta quinta (12), por volta das 20h, em João Pessoa.

Por enquanto, a UFPB informa que as aulas serão mantidas e também orienta a comunidade acadêmica internacional e parceiros a evitarem, quando possível, a saída de estudantes, professores, staff administrativo e pesquisadores de seus países para participação em qualquer tipo de mobilidade acadêmica e de evento internacional, até que a situação de saúde pública mundial esteja sob controle.

De acordo com a Secretária de Saúde da Paraíba, no momento, o Estado têm dez casos suspeitos do novo coronavírus. Ao todo, seis já foram descartados e um excluído por não atender a todos os critérios. Portanto, até então, a Paraíba não tem registro de indivíduo infectado pelo novo coronavírus.

Além do Eduardo Sérgio e da Amanda Galvíncio, a comissão da UFPB de prevenção ao novo coronavírus é formada por João Euclides, diretor do Centro de Ciências da Saúde; Flávia Pimenta, superintendente do Hospital Universitário Lauro Wanderley (HU); Moisés Lima, gerente de saúde do HU; e por Luciana Simões e Francisco Silva, infectologistas do HU.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Médica de CG sugere que favoráveis a abertura do Comércio abdiquem de respiradores

Ao opinar sobre a possibilidade de reabertura do comércio em Campina Grande e outras cidades, medida essa defendida por alguns empresários, a médica campinense Adriana Melo, que é especialista em…

Romero confirma mais um caso de coronavírus em CG; mas diz não se tratar do Covid-19

Pouco tempo após confirmar o primeiro caso de covid-19 em Campina Grande, o prefeito Romero Rodrigues confirmou mais um caso de infecção por um tipo de coronavírus, mas desta vez,…