Por pbagora.com.br

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) derrubou a decisão da Justiça Federal que autorizava a universidade paraibana Unifacisa a importar 15 mil doses de vacinas contra Covid-19. A decisão foi do presidente do TRF-1, o desembargador I’talo Fioravanti Sabo Mendes.

Na última terça-feira (06), a Justiça Federal autorizou a Unifacisa a importar 15 mil doses de vacinas contra a covid- 19 para a imunização gratuita de colaboradores, professores e alunos da instituição.Foi o primeiro caso de instituição de ensino superior a conseguir a liberação, no país.

Na decisão, o juiz Rolando Spanholo, da 21ª Vara Federal do Distrito Federal, tinha autorizado a instituição de ensino paraibana a importar as vacinas, com o objetivo de imunizar professores, servidores e alunos. Além da Unifacisa, outras nove entidades privadas também tinham sido autorizadas a importarem vacinas contra a Covid-19.

O desembargador, na decisão, atendeu pedido da Advocacia-geral da União (AGU). “Subverter o critério de priorização indicado no PNO (Plano Nacional de Operacionalização contra a covid-19), permitindo que um determinado segmento da sociedade se imunize antes das pessoas que integram os grupos mais vulneráveis, representa um privilégio que desconsidera os principais valores que orientam o Sistema Único de Saúde, notadamente a equidade e a universalidade”, frisou a AGU.

Redação

Notícias relacionadas

Campina Grande vacina idosos a partir dos 60 anos contra Covid-19 na segunda-feira

Campina Grande vacina a partir desta segunda-feira (180, os idosos a partir dos 60 anos contra Covid-19, que receberão a primeira dose da vacina. A imunização acontecerá em todas as…

CG registra 17 novos casos, 4 óbitos e 25 altas por covid nas últimas 24h

A Secretaria de Saúde de Campina Grande registrou, neste domingo, 17 de abril, 17 novos casos, classificados como positivos de covid, no Município, totalizando 26.993 casos. Nas últimas 24 horas,…