Por pbagora.com.br

As vésperas do prefeito Romero Rodrigues (PSD), anunciar as mudanças no plano de combate ao novo coronavírus, o secretário de Saúde de Estado, médico Geraldo Medeiros, alertou que os casos da pandemia podem ter um salto significativo caso o isolamento social seja afrouxado.

Com o mesmo rigor do ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta, Geraldo Medeiros disse que os casos da Covid 19 podem extrapolar os 700, devendo inclusive haver óbitos. O secretário observou que, caso as medidas de prevenção ao novo coronavírus sejam reduzidas, haverá ainda risco de superlotação nos hospitais até o meio do mês de maio, que não terão capacidade de receber todos os pacientes infectados com a doença. O distanciamento social ainda é a melhor maneira de impedir o avanço do novo coronavírus.

Conforme o secretário, os dados são baseados em uma plataforma que faz um levantamento estatístico de consultoria e projeções. As fontes desse levantamento são o Ministério da Saúde e sites que mostram a curva de crescimento no número de casos confirmados, mortes, entre outros detalhes, como o Covid Trends e o Worldometer.

A projeção de 760 casos na região de Campina Grande, conforme Geraldo Medeiros, é o pior cenário a ser avaliado. O cenário menos ruim é que, com o isolamento social mais branco, pelo menos 160 casos sejam confirmados até o dia 10 de maio.

Além disso, a nível estadual, o secretário afirmou que o pico de incidência dos casos confirmados deve acontecer na segunda quinzena de abril e também no mês de maio. Por isso ele ressalta a importância do isolamento social.

O comércio de Campina Grande permanece fechado para conter avanço do novo coronavírus. A cidade confirmou três casos até o momento. Agora a pouco no JPB primeira edição, o secretário executivo de Gestão da Rede de Unidades de Saúde do Estado, Daniel Beltrammi, reafirmou a necessidade da cidade manter o isolamento social como forma de conter o avanço do Covid 19.

O alerta dos dois secretários foi feito após o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, confirmar nesta segunda-feira (13), durante entrevista concedida à Rádio Correio FM, que as atividades econômicas na cidade serão flexibilizadas a partir do próximo dia 20 e anunciou que, já nesta terça-feira, 14, apresentará proposta de ação da abertura gradual e de forma experimental do comércio campinense.

Conforme Romero Rodrigues, tudo será feito no sentido de beneficiar a economia e, ao mesmo tempo, evitar a disseminação do Covid-19 na cidade.

Na visão do prefeito, o comércio deve, até o próximo dia 20, se preparar e se equipar para dar proteção aos trabalhadores e ao público em geral.

“A meta é se planejar melhor o setor econômico local com um plano de proteção de vida das pessoas diante da pandemia. A nossa meta, neste momento, é, sobretudo, a precaução e cuidado com a vida. Sem vida não haverá comércio”, acrescentou.

Severino Lopes
PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Agências do INSS da Paraíba são reabertas, mas não há previsão de retorno das perícias

As agências do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) voltaram a atender presencialmente na Paraíba, mas sem a realização de perícia médica. As agências que foram abertas estão sendo vistoriadas…

Brasil tem mais de 135 mil mortes por Covid-19

O consórcio de veículos de imprensa divulgou novo levantamento da situação da pandemia de coronavírus no Brasil a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, consolidados às 20h desta…