A Paraíba o tempo todo  |
PUBLICIDADE

Paraíba tem aumento de mais de 40% na quantidade de raios no primeiro trimestre de 2024

No período de janeiro a março deste ano, o estado da Paraíba registrou mais de 300 mil descargas atmosféricas. A informação é do Grupo Storm responsável pelo monitoramento e previsão de eventos climáticos na região, em parceria com a Energisa Paraíba. Comparado ao mesmo período do ano passado, esse valor cresceu mais de 40%.

Além do aumento das descargas atmosféricas, a meteorologista e consultora da Energisa Paraíba, Ana Paula Paes, prevê para os próximos dias chuva moderada a localmente forte, que pode vir acompanhada de raios, rajadas de vento com valores de aproximadamente 40 a 50 km/h e temperaturas elevadas, onde em João Pessoa a máxima prevista está em torno de 29°C. Além disso, a meteorologista afirma que estão previstas chuvas acima da média para o estado em abril e maio e que no segundo semestre deve ter a formação do La Niña, fenômeno que pode resultar em chuvas acima da média.

O coordenador do Centro de Operações da Energisa Paraíba, Bruno Correa, ressalta que o Centro de Operação Integrado, realiza o monitoramento em tempo real de todo o sistema elétrico do estado, visando garantir um atendimento contínuo e rápido para os clientes, 24 horas por dia. “Temos um planejamento visando o bem-estar dos clientes, com medidas preventivas e ações efetivas diante dos eventos climáticos. Por meio desse plano, que é estruturado com equipes alocadas em pontos estratégicos em todo o Estado, buscamos manter a qualidade do fornecimento de energia e atender todas as solicitações dentro do prazo, mesmo diante das adversidades climáticas apresentadas”, explica.

Diante desse aumento nas chuvas e descargas, o coordenador orienta os clientes a desconectarem eletrodomésticos das tomadas e evitar a utilização de equipamentos que precisem permanecer ligados durante situações climáticas adversas. “É importante lembrar as pessoas a não se aproximarem de galhos ou cabos rompidos em decorrência de quedas de árvores e, em vez disso, acionar imediatamente os Bombeiros ou a própria concessionária, que podem resolver a situação de maneira segura e eficiente. A vida deve estar sempre em primeiro lugar”, concluiu.

Recomendações

• Durante as rajadas de vento não se abrigue debaixo de árvores
• Não estacione veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda
• Evite usar aparelhos eletrônicos ligados à tomada
• Caso perceba que alguma parede da sua casa está úmida, não ligue equipamentos elétricos em tomadas instaladas nela
• Não faça manutenções quando estiver chovendo
• Fique longe de áreas abertas, como campos de futebol. Também mantenha distância de piscinas, lagos, árvores, antenas e locais elevados
• Em caso de situações envolvendo a rede de energia, não se aproxime e entre em contato com a Energisa Paraíba
• Para informações ou em caso de acidentes ligue para o Corpo de Bombeiros pelo 193

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe
      PUBLICIDADE
      ×