Por pbagora.com.br

A Paraíba está aumentando de três para 10 os municípios com capacidade técnica de vacinação contra a covid-19 com as doses da Pfizer/Comirnaty. Nesta quarta-feira (19), a Secretaria de Estado da Saúde (SES) fará a distribuição de 11.700 doses da vacina, referentes à primeira parte do esquema vacinal de 5,06% da população prioritária. Serão contempladas pessoas com comorbidade, gestantes e puérperas com comorbidade e pessoas com deficiência permanente que possuem auxílio BPC.

Até esta terça-feira (18), o Estado totaliza o recebimento de 1.691.760 doses de vacinas. Este é o segundo lote de vacinas da Pfizer/Comirnaty distribuído na Paraíba. De acordo com a 20ª pauta de distribuição, as 11.700 doses serão divididas de forma integral, sem o armazenamento de reserva técnica na rede de frio da SES, para: Bayeux (696), Cabedelo (426), Cajazeiras (396), Campina Grande (2.412), Guarabira (366), Itabaiana (168), João Pessoa (5.184), Patos (642), Santa Rita (882) e Sousa (528). Anteriormente, apenas a capital paraibana, Campina Grande e Cabedelo haviam recebido os imunizantes da Pfizer, por conta da capacidade técnica de manejo das doses.

O secretário de Saúde do Estado, Geraldo Medeiros, enfatiza que é necessário manter o planejamento e os critérios de vacinação para o cumprimento do cronograma de acordo com o Plano Nacional de Vacinação (PNI). “É importante que os municípios priorizem dentro do público com comorbidade as gestantes e puérperas que possuam hipertensão, diabetes gestacional, condições respiratórias graves e outros agravos previstos no Plano Operacional de Vacinação”, reforça. O intervalo entre a primeira e a segunda dose da vacina deverá obedecer o prazo de 12 semanas.

 

Da Redação com Assessoria

Notícias relacionadas

Vacinação em JP é novamente adiada por conta de concurso

A Prefeitura de João Pessoa suspendeu a vacinação contra a Covid-19 durante esse fim de semana em decorrência da realização do concurso público municipal na área administrativa, que será realizado…

CG dedica sábado para vacinar ‘retardatários’, no Parque do Povo

Após a conclusão da vacinação dos profissionais da educação e do início da imunização de pessoas sem comorbidades a partir de 58 anos de idade, a Secretaria de Saúde de…