Por Wellington Farias

As eleições municipais foram as responsáveis pela retomada da contaminação desenfreada de coronavírus, na Paraíba?!

De jeito nenhum!

Desculpa de amarelo é comer barro, já diziam nossos avós.Convenhamos: o povo é muito mais culpado pela retomada da onda da Covid-19 do que o poder público, os políticos, as campanhas etc.

Ainda não existe disponível remédio para o coronavírus.

Alguns países da Europa vão começar a vacinar em massa, na esperança de que as vacinas até agora apresentadas por diversas equipes de cientistas tenham eficácia contra a doença, a exemplo do Reino Unido, Alemanha, Bulgária e Portugal. A Rússia já começou sua vacinação em massa. Mas o Brasil não tem sequer previsão de compra de alguma vacina por parte do Governo Bolsonaro.

Portanto, só existe uma forma de combater a propagação do vírus: o isolamento e o distanciamento sociais. Não compete a mais ninguém – a não ser às próprias pessoas – promover o distanciamento e isolamentos sociais.

Não há decreto no mundo que force as pessoas a fazerem isolamento e distanciamento sociais e se prevenirem contra a propagação do corona.Da mesma forma, não tem autoridade no mundo que force as pessoas a usarem máscaras, lavarem as mãos, aplicarem o álcool em gel etc.

 

Só reclamam

De repente surgiu uma onda de acusação aos políticos de serem eles os responsáveis pela retomada da onda da Covid-19. A falácia de que houve um afrouxamento das regras proposital, apenas para possibilitar a realização das eleições, após as quais – dizem – medidas restritivas seriam novamente adotadas.

Fatiga

É claro que a campanha política também contribuiu para esta nova onda, mas ela começou mesmo – e aconteceria independente de eleição – quando as pessoas passaram relaxar nas precauções, fatigadas da pandemia; a achar que a anunciada flexibilização das medidas significava que a pandemia havia acabado, que o vírus havia ido embora.

Foi ai onde a porca torceu o rabo…

 

Tudo normal

Muito antes da campanha política, tudo já tinha praticamente voltado ao normal. Nem máscaras, a grande maioria das pessoas não estava usando mais.

Independente da campanha eleitoral, as pessoas já estavam se aglomerando em eventos familiares, confraternizações em bares, restaurantes etc; as praias estavam apinhadas de gente, os pontos turísticos, nem se fala.

Paraibanos indo para Pipa se juntar à multidão sem máscaras já havia aos montes.

Por Wellington Farias

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Confira quem são os primeiros 54 mil que irão receber a vacina na Paraíba

O primeiro lote de vacinas contra a Covid-19 deverá chegar à Paraíba ainda na tarde desta segunda-feira (18). De acordo com o secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros a aplicação…

Mais de 92 mil doses da CoronaVac chegam à Paraíba e governador fala da eficácia da vacina

As primeiras doses da vacina da CoronaVac, já estão na Paraíba. Ao todo, 92.960 mil doses da vacina contra o novo coronavírus chegaram no Estado. O voo com os lotes…