Mesmo durante a pandemia, em que o isolamento social é uma das medidas necessárias para o combate à pandemia do coronavírus, os casos de acidentes de moto e também de quedas, continuam a liderar as entradas nos dois principais hospitais do Estado, os Trauma de João Pessoa e de Campina Grande.

Segundo release, o Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa, realizou durante o fim de semana 305 atendimentos, sendo que 98 foram considerados casos graves ou gravíssimos. Nesse período, a unidade de saúde realizou 43 procedimentos cirúrgicos. O balanço tem como base as entradas realizadas a partir das 18 horas da sexta (26) até as primeiras horas desta segunda-feira (29).

Durante o fim de semana, as ocorrências envolvendo quedas lideraram as entradas da emergência, com 76 casos, superando motocicletas (48). Outros casos de emergência registrados na unidade de saúde foram corpo estranho (29), trauma (23), queimadura (11), atropelamento (seis), acidente de bicicleta (seis), arma de fogo (seis), pancada (cinco), agressão física (três), corte (três), acidente de automóvel (dois) e arma branca (dois). As demais ocorrências foram clínicas com destaques para Acidente Vascular Cerebral (19) e Acidente Vascular (três).

O bairro do Valentina lidera os atendimentos com 15 entradas, seguido pelo Pedro Gondim (13), Mangabeira (12), Mandacaru (nove) e Cristo (oito). Já em relação aos municípios, Santa Rita lidera com 23 casos. Na sequência, vêm Bayeux (15), Sapé (cinco), Conde (quatro) e Cabedelo (quatro).

Perfil – O Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena atende casos de urgência e emergência, contudo, muitos procuram a instituição para atendimentos clínicos, não levando em consideração o tipo de assistência prestada pela unidade de saúde, voltada para situações de média e alta complexidade, a exemplo de vítimas de trauma (acidentes e desastres), violência, queimadura, Acidente Vascular Cerebral (AVC) e hemorragias digestivas.

EM CAMPINA GRANDE

O Hospital Estadual de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes, em Campina Grande, atendeu 321 usuários nesse fim de semana (27 e 28). O balanço tem como base as entradas realizadas a partir da zero hora do sábado (27) até as primeiras horas desta segunda-feira (29). Os casos envolvendo motos lideraram as entradas nos plantões, durante o período.

De acordo com a assessoria de imprensa do Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, dos 321 atendimentos, 51 foram vítimas de acidentes de moto. Ainda foram registradas vítimas de agressão física (três), projéteis de arma de fogo (zero), arma branca (dois), acidente de carro (dois), atropelamento (três), acidentes com bicicleta (seis) e queda (45). Os demais atendimentos médicos foram na clínica médica e na pediatria.

De acordo com relatório, o município de Campina Grande registrou 15 acidentes de motos nesse fim de semana, seguido por Ingá (quatro), Mogeiro (três), Picuí (dois) e Serra Redonda (dois).

A unidade de saúde disponibiliza 298 leitos, 301 médicos, sendo 64 em regime de plantão presencial 24 horas. O hospital dispõe de seis salas no bloco cirúrgico e é referência em trauma para 203 municípios da Paraíba.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Boletim: quase 20 mil pessoas já se recuperaram da Covid-19 na Paraíba, mas estado já contabiliza 1.099 óbitos pela doença

A Paraíba registrou neste domingo (05) 422 novos casos de Covid-19 e 17 óbitos confirmados desde a última atualização, 3 deles ocorridos nas últimas 24h. São 52.728 pessoas que já…

Brasil tem 1.577.004 casos de covid-19 diagnosticados

Segundo o boletim divulgado no final da tarde de hoje (04) pelo Ministério da Saúde, o Brasil registrou até o momento 1.577.004 casos de covid-19. Destes, 64.265 casos resultaram em…