Por pbagora.com.br

Com a Paraíba ainda enfrentando uma luta para conter o avanço do Covid-19, cerca de 85% dos municípios paraibanos estão na bandeira amarela do plano Novo Normal. É o que aponta a 12ª avaliação do Plano Novo Normal do Governo da Paraíba

Segundo o levantamento, o crescimento de municípios em bandeira amarela é de 85% e laranja 8%, e uma redução de municípios em bandeira verde 7%. A avaliação, que passa a valer a partir do dia 16 de novembro, foi divulgada neste sábado (14) e também mostra que o número de municípios em bandeira verde caiu pela metade.

A Nota Técnica chama atenção para o aumento da demanda de leitos de UTI para adultos na Paraíba. Comparando a 11ª e 12ª avaliações, existe um sucessivo crescismento de 4,71% (anterior de 8,72%) na 1ª Macrorregião de Saúde.

Houve redução de 5,57% (anterior de 11,15%) na ocupação hospitalar dos leitos de UTI para adultos da 2ª Macrorregião de Saúde e um crescimento de 10% nas ocupações dos leitos de UTI para adultos (redução de 5,15% anteriormente) na 3ª Macrorregião de Saúde.

O secretário Executivo de Gestão de Rede de Unidades de Saúde, Daniel Beltrammi, destacou que “melhoras da situação da Covid-19 na Paraíba dependerão muito da ainda maior adesão de todas as paraibanas e paraibanos às três medidas que mais protegem a saúde e a vida das pessoas: usar máscaras, lavar as mãos e manter o distanciamento social, decisões e gestos que precisarão estar cada vez mais presentes em nossos cotidianos”.

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Covid: Geraldo Medeiros diz desconhecer preferência da vacinação por CG

O secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, disse, nesta quinta-feira (03), desconhecer a informação dando conta que a cidade de Campina Grande teria prioridade no recebimento de vacina contra…

Hospital de Pombal lota e prefeito fecha restaurantes, bares, parques e proíbe eventos

A Prefeitura de Pombal determinou o fechamento de bares, restaurantes, lanchonetes, quiosques, trailers, parques de diversões instalados em espaço público e privado, durante 15 dias, devido à pandemia da Covid-19.…