A Paraíba o tempo todo  |

ISEA é o melhor hospital da Paraíba em segurança do paciente, aponta Anvisa

Maternidade alcançou primeiro lugar no estado no levantamento da Agência

 

O Instituto de Saúde Elpídio de Almeida (ISEA), gerido pela Prefeitura de Campina Grande, obteve na última quarta-feira, 8, o primeiro lugar entre os hospitais da Paraíba em Práticas de Segurança do Paciente com destaque em nível nacional, de acordo com o relatório divulgado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

O levantamento demonstrou que dos 44 hospitais da Paraíba, que possuem leitos de UTI cadastrados, o ISEA alcançou 76,19% de alta conformidade nos critérios utilizados na avaliação, desde o Plano de Segurança do Paciente à implantação dos protocolos de identificação, cirurgia segura, prevenção de lesão por pressão, de quedas e segurança na prescrição, uso e administração de medicamentos, como também o monitoramento mensal desses e de outros indicadores de segurança do paciente.

Implantado desde 2017, o Núcleo de Segurança do Paciente (NSP) do ISEA vem contribuindo para elevar o nível da qualidade da assistência à saúde. Todas as ações têm o propósito de promover, executar e monitorar as práticas de segurança do paciente, reduzindo o risco de eventos adversos provenientes da assistência ao paciente.

O ISEA é uma maternidade 100% SUS, administrada pelo Município e que atende gestantes de baixo e alto risco. É também um hospital escola, com residência em neonatologia e obstetrícia, e possui o Título Iniciativa Amigo da Criança e Amigo da Mulher, servindo de referência para mais de 170 municípios paraibanos.

A maternidade, que realiza mais de sete mil partos por ano, vem passando por uma ampla reestruturação, ganhou um novo Berçário Intermediário e uma UTI Semi-intensiva, além de reabrir o Centro de Parto Normal e ampliar leitos para gestantes e recém-nascidos. O prefeito Bruno Cunha Lima também já anunciou uma reforma completa no centro cirúrgico, com abertura de novas salas e uma nova enfermaria.

 

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe