A Paraíba o tempo todo  |

Geraldo sobre alta nos casos de Covid: “Não é surpresa para nós esse cenário”

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

O secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, pontuou que a intensificação de fiscalização e orientação é para evitar um retrocesso nas ações de flexibilização no estado. O alerta foi dado nesta manhã, durante coletiva conjunta com a secretaria de Saúde de João Pessoa.

Ele reforçou que este é um momento de sacrifício, dedicação e envolvimento com a causa exercida e que vem alertando a população há algum tempo. “Não é surpresa para nós esse cenário que estamos observando na Paraíba. Nós já alertávamos, há quatro semanas, o que ocorreria em dezembro e janeiro”, observou.

Geraldo Medeiros alertou para a alta incidência do agravo no Sertão, onde a ocupação de leitos de UTI chegou a 90%. Ele explicou que uma série de fatores contribuiu para a situação epidemiológica em que o estado se encontra e destaca o relaxamento das pessoas com relação às medidas de proteção nas últimas semanas. O secretário também fez um apelo à população: “Não há outro meio de conter o vírus que não seja o distanciamento entre as pessoas, o uso de máscara e a lavagem da mão com água e sabão. Esse é um momento preocupante. Convoco o cidadão paraibano para que ele seja o guardião da saúde agora e denuncie aos órgãos responsáveis todo tipo de aglomeração e descumprimento das recomendações sanitárias”.

Na ocasião, a SES também anunciou a ampliação de leitos exclusivos para a Covid-19 na Rede Hospitalar. Até o momento, a Paraíba dobrou a quantidade de leitos de UTI do Hospital de Clínicas de Campina Grande e mais 10 leitos de terapia intensiva foram ativados no Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires, com possibilidade de expansão. Para esta semana serão abertos mais leitos de UTI em Cajazeiras, em Patos e em João Pessoa, no Complexo Hospitalar Clementino Fraga.

O secretário executivo da Saúde da Paraíba, Daniel Beltammi, afirma que a SES já tem uma próxima etapa de ativação do plano de contingência com crescimento de leitos de enfermaria no Hospital e Maternidade Frei Damião II. “Temos a possibilidade de abrir mais 60 leitos na unidade. Além disso, suspendemos a realização de cirurgias eletivas na 3ª Macrorregião de Saúde, pois passamos a barreira psicológica dos 90% de ocupação. Não sabemos até quando isso vai acontecer, pelo menos até a redução dessa taxa”, destacou.

Os secretários também falaram sobre as festividades de fim de ano, recomendando evitar confraternizações com aglomeração e a presença de pessoas que não sejam do convívio diário. A orientação é que as festas de Natal e Ano Novo sejam realizadas em casa, com o seu núcleo familiar. O protocolo completo com as orientações está disponível no Plano do Novo Normal Paraíba, no site do governo, e pode ser acessado pelo link: https://paraiba.pb.gov.br/diretas/saude/coronavirus/arquivos/fim-de-ano-1.pdf.

Redação

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe