Por pbagora.com.br

O secretário de Saúde da Paraíba, médico Geraldo Medeiros ressaltou, durante entrevista ao Programa Correio Debate na tarde desta terça-feira (02) que o governador João Azevêdo não irá se furtar de adotar medidas mais duras para conter o avanço da covid-19 no estado caso não haja a colaboração por parte dos paraibanos no que diz respeito as medidas restritivas impostas para todo o estado.

De acordo com Geraldo é dever do estado prezar pela saúde e pela vida dos paraibanos e que em nenhum momento a gestão será condescendente em não adotar medidas mais rígidas caso seja necessário.

“O governo do estado nunca teve, nem nunca terá nenhum condescendente de não adotar medidas mais rígidas se for necessário. Se a população colaborar com relação ao toque de recolher e todas as outras medidas há essa possibilidade de mantermos esse decreto sem haver uma restrição maior” ponderou.

Notícias relacionadas

Confira o balanço da vacinação contra a Covid-19 na capital paraibana

A campanha de vacinação contra a Covid-19, na capital paraibana deve retornar somente após a chegada de novos lotes da vacina, previsto até o sábado (17), afirma a Secretaria Municipal…

Brasil tem mais de 362 mil mortos por Covid; média móvel fica acima de 3 mil

O país registrou 3.462 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas e totalizou nesta quarta-feira (14) 362.180 óbitos desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes…