O líder de uma equipe de especialistas da autoridade sanitária chinesa recomendou o uso de medicamentos antimalária para tratar pessoas infectadas pelo novo coronavírus.

Zhong Nanshan disse a repórteres, nessa terça-feira (18), que testes clínicos revelam que o fosfato de cloroquina é eficaz. Ele afirma que apesar de não ser um medicamento milagroso, pacientes que o tomaram tiveram teste negativo para o vírus em um período de 15 dias, sem efeitos colaterais graves.

Zhong também disse que o tratamento utilizando plasma sanguíneo de pacientes já curados é relativamente seguro e eficaz para aqueles em estado grave.

O governo chinês considera esse tratamento promissor e pede que as pessoas que receberem alta doem seu plasma.

Agência Brasil

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

PRTB arrecada 1 tonelada de donativos para atender idosos e crianças com microcefalia na Capital

O diretório municipal do Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB) de João Pessoa, realizou a doação de uma tonelada de alimentos para a Casa da Divina Misericórdia e Associação Mães de…

Projeto do Departamento de Farmácia da UEPB orienta sobre descarte correto de EPIs em tempos de pandemia

Em tempos de prevenção ao contágio do novo coronavírus, muitas pessoas têm feito uso de diversos tipos de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), como máscaras e luvas. Porém, as medidas…