Por pbagora.com.br
Foto: Marcos Corrêa/PR

Menos de 24 horas depois de o Ministério da Saúde anunciar a inclusão da vacina da chinesa Sinovac contra Covid-19 no Programa Nacional de Imunização e a compra de doses do imunizante pelo governo federal, o presidente Jair Bolsonaro afirmou, ao responder a apoiadores em uma rede social, que a vacina não será adquirida por seu governo.

“NÃO SERÁ COMPRADA”, respondeu Bolsonaro no Facebook diante do comentário de um apoiador que criticou o fato de a vacina da Sinovac ser chinesa e afirmou que a China é uma ditadura.

“Tudo será esclarecido hoje. Tenha certeza, não compraremos vacina chinesa. Bom dia”, afirmou o presidente em outra resposta a uma apoiadora que disse haver “um Mandetta milico no Ministério da Saúde”, em referência ao ex-titular da pasta, Henrique Mandetta, que deixou o posto em meio a atritos com Bolsonaro.

A China é o maior parceiro comercial do país, mas também alvo constante de críticas da base mais radical de apoio a Bolsonaro.

Terra

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Pai do vereador Tibério Limeira morre em João Pessoa vítima da Covid

Nilson Fernandes, pai do vereador licenciado Tibério Limeira (Cidadania) morreu na noite desta quinta-feira (03) por complicações após ser infectado pela Covid-19. O patriarca da famíliua estava internado no Hospital…

PB registra 746 novos casos de Covid-19 e 10 óbitos, 06 deles nas últimas 24h

Nesta quinta-feira, 03, a Paraíba registrou 746 novos casos de Covid-19 e 10 óbitos confirmados desde a última atualização, 06 deles nas últimas 24h. Conforme a Secretaria de Estado da…