Prefeito comemora inclusão em decreto estadual de setores no rol de atividades essenciais sugeridas pelo Município de Campina Grande

O prefeito Romero Rodrigues, anunciou, neste sábado, 2, que o município de Campina Grande vai manter a política de isolamento social em atendimento às orientações da Organização Mundial de Saúde e dos Ministérios Públicos Estadual, Federal e do Trabalho. Também mantém sintonia com o decreto estadual, que vigorará até o próximo dia 18 de maio. O novo decreto de Romero deverá ser publicado até esta segunda-feira, 4.

Pelo novo decreto, que está sendo preparado, o prefeito informou que, no âmbito do município de Campina Grande, está autorizando o funcionamento de lojas de tecidos já a partir desta segunda-feira, 4. Em forma de recomendação, os motoristas e usuários do transporte público (ônibus urbanos, táxis, mototáxis e veículos de aplicativos) terão de usar obrigatoriamente máscaras como meio de proteção ao coronavírus.

A inclusão de segmentos econômicos para o rol de atividades essenciais, último decreto do governador João Azevedo, publicado nesta sexta-feira, 1, foi comemorado pelo prefeito Romero. Sugestões dele foram acatadas por Azevedo, a exemplo do setor de venda de equipamentos agrícolas, imobiliárias, comercialização e suprimentos de produtos de informática e provedores de internet.

Tecidos para máscaras – Romero Rodrigues explicou, que a abertura de lojas de tecidos em Campina Grande vai oferecer uma grande contribuição ao setor de saúde. A meta é estimular especialmente a produção de máscaras artesanais, caseiras ou profissionais.

“De fato, com as lojas que comercializam tecidos reabertas teremos mais um fator positivo contra a pandemia, pois fará com que a população em geral e especialmente os produtores tenham acesso a este tipo de insumo, tornando possível o incremento desta produção, hoje essencial para a proteção e prevenção contra o Covid-19”, afirmou.

Transporte público – Quanto ao acesso ao transporte urbano, o prefeito campinense considera que a grande alternativa do momento é a adoção de medidas protetivas e preventivas, o que implica na necessidade de uso de máscaras por parte dos operadores do sistema, notadamente dos motoristas. Já os passageiros apenas terão acesso ao sistema também mediante o uso deste acessório, fundamental para a não propagação do coronavírus.

Romero Rodrigues também esclareceu que as demais ações de prevenção, conscientização e de combate ao coronavírus, em Campina Grande, serão intensificadas, objetivando-se a abertura gradual do comércio da cidade. Por isso, ainda terá continuidade a implantação de lavatórios, higienização de áreas públicas e a distribuição de milhares de máscaras nas áreas de maior movimentação do município.

Romero relatou que a Prefeitura também está consolidando, cada vez mais, a estruturação do Hospital Municipal Pedro I, que é referência para pacientes acometidos de coronavírus. Também avançam os serviços de construção do hospital de campanha, anexo ao Pedro I, com o oferecimento de mais 42 leitos, além de outras iniciativas destinadas a dar proteção à saúde coletiva.

 

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Paraíba registra 258 mortes e alcança mais de 7500 casos de coronavírus

O Boletim da Secretaria de Saúde da Paraíba divulgado na tarde deste sábado, 23 de maio, registrou 626 novos casos de Covid-19 e 10 óbitos confirmados desde a ultima atualização.…

Hospital de João Pessoa usa plasma para tratamento da Covid-19

A utilização de plasma como procedimento para a cura de um paciente que ficou recuperado da Covid-19, bem como para o tratamento de novos infectados pelo novo coronavírus aconteceu pela…