Por pbagora.com.br

O novo Decreto Municipal 4.570/2021, da Prefeitura Municipal de Campina Grande, permitiu o retorno das aulas em modelo híbrido na Educação Infantil e no Ensino Fundamental das escolas particulares. A autorização foi baseada em levantamentos realizados pela equipe técnica da Secretaria Municipal de Saúde e no trabalho de monitoramento das instituições de ensino.

Entre outubro de 2020 e março de 2021, foram realizados 3.688 testes nos colaboradores de estabelecimentos de ensino particulares. Desse total, 120 pessoas apresentaram resultado positivo em período de transmissibilidade e foram afastados por 14 dias das atividades. Outras 268 pessoas apresentaram resultado positivo com anticorpos e 3.300 funcionários não foram detectados com resultados reagentes.

A Gerência de Vigilância Sanitária (Gevisa) realizou inspeções em 54 escolas e instituições particulares e autônomas. “Nesse monitoramento foi identificado que todos os locais cumprem rigorosamente os protocolos de segurança, havendo apenas alguns ajustes pontuais realizados depois das notificações”, disse o Secretário Municipal de Saúde, Filipe Reul.

Dentre as exigências estão uso de máscaras, distanciamento entre as carteiras, ventilação natural, disponibilização de álcool, aferição de temperatura e tapete saneante na entrada, entre outros. As ações de monitoramento são realizadas rotineiramente e as informações são acompanhadas pelos Ministérios Públicos.

Os diretores das escolas que ainda não tiveram acesso ao serviço, devem enviar um ofício ao e-mail direcaohmpi@gmail.com. Caso a população verifique condutas que desrespeitem as normas sanitárias, em escolas, é possível denunciar, por meio do número 0800-095-5126.

PB Agora

Notícias relacionadas

JP reforça vacina de quem tomou 1ª dose até 14 de março; e imuniza pessoas a partir de 56 anos

A Prefeitura de João Pessoa segue imunizando com a dose de reforço da vacina Butantan/Coronavac contra a Covid-19 e, nesta segunda-feira (19), atende a população que tomou a primeira dose…

CG confirma adiamento da aplicação da 2ª dose de vacina, para pessoas de 70 a 79 anos

A Secretaria de Saúde de Campina Grande teve de adiar a aplicação da segunda dose da vacina contra a covid, para pessoas com idades de 70 a 79 anos, que…