A Paraíba o tempo todo  |

Dia do Amigo: Amizades tóxicas podem comprometer saúde física e mental, alerta psicóloga

Ter alguém perto em todos os momentos, compartilhando as dores e alegrias além de prazeroso, traz efeitos positivos para a saúde mental. Por outro lado, ter uma companhia que sempre reclama, critica e faz cobranças não é normal. Nesta quarta-feira (20), Dia do Amigo, a psicóloga do Hapvida, Michelle Costa, explica que uma relação tóxica pode afetar a saúde física e mental de uma pessoa.

A especialista relata que amizades tóxicas trazem sentimentos de frustração e exaustão. Elas são carregadas de cobranças, egoísmo e diminuição de valor frente ao outro. “Na maioria das vezes, esse tipo de amizade pode trazer um viés de interesse, seja ele financeiro, social ou energético, em que o amigo suga tudo que lhe convém e traz adoecimento mental. Essas pessoas tóxicas trazem cargas emocionais negativas, impactando diretamente na saúde mental dos outros”, conta.

Ao ter um amigo assim, a pessoa pode se sentir sem energia, solitário, ansioso, além de alimentar pensamentos de insuficiência ou incapacidade de fazer amizade com outras pessoas. Michelle ressalta que apesar de tantos sinais, o indivíduo muitas vezes não percebe e chega a se culpar por ter dúvidas sobre o relacionamento. Isso acontece porque o tóxico não deixa suas intenções claras.

“O amigo tóxico pode até demonstrar afeto e se fazer presente nos piores momentos, mas isso é apenas uma das artimanhas para criar laços e fazer com que paire a dúvida sobre seus reais sentimentos”, pondera a psicóloga.

Michelle alerta que esse tipo de amizade não deve ser cultivada, sendo muitas vezes necessário o afastamento. “Ao menor sinal de amizades tóxicas, devemos nos precaver e deixar fora das nossas vidas. Alimentar é cultivar o que nos faz bem, psiquicamente e fisicamente”, pontua.

Amizade saudável – Por outro lado, uma amizade saudável tem o poder de fortalecer o indivíduo, sua auto-estima e visão de mundo. A especialista lista alguns sinais de uma relação boa e equilibrada, como autenticidade, aceitação, otimismo, comunicação respeitosa e incentivo nas situações. Ela pode fortalecer a saúde mental e ajudar a desenvolver diversas habilidades.

“Os verdadeiros amigos podem cumprir um papel social de companhia, atenção, escuta e apoio emocional. A amizade, dessa forma, pode estar inserida numa maneira mais abrangente de cuidado, numa relação viva e bilateral”, afirma.

Confira alguns sinais de uma amizade tóxica:

– Colocar regularmente o amigo para baixo, apontando falhas e relembrando erros;
– Agir com desdém diante dos relatos do amigo;
– Tentar ditar forma como amigo age;
– Vítima passa a esconder acontecimentos por receio do julgamento do amigo;
– Sensação de exaustão e frustração.

PB Agora

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      2
      Compartilhe