Por pbagora.com.br

“O Litoral, Sertão e Alto Sertão estão com números bem preocupantes da taxa de ocupação de UTI e leitos de enfermaria. Campina Grande está numa situação confortável”. A declaração é do secretário de Saúde de Campina Grande, Filipe Reul, ao repercutir, nesta terça-feira (23), as ações do governo do Estado para conter a disseminação da Covid-19 na Paraíba.

Entre as medidas estão o fechamento da orla da capital e das cidades com faixa de areia, suspensão das aulas estaduais que seriam iniciadas de forma presencial em março, igrejas com apenas 30% da capacidade e horário reduzido para bares e restaurantes.

“A nossa taxa de ocupação é de 44% de leitos de UTI e 34% de leitos de enfermaria, mas acende o alerta para a região de Campina Grande sobre o que está acontecendo no Litoral, Sertão e Alto Sertão”, disse.

Filipe aproveitou para pedir que a população campinense que continue adotando medidas sanitárias básicas.

“Continue utilizando máscaras. Iniciamos a vacinação bem devagar em virtude da pouca quantidade de doses. A população tem que continuar ajudando para que Campina Grande não venha retroceder nos números e tenha que tomar alguma medida mais restritiva em relação à circulação de pessoas ou até do comércio da cidade” alertou.

A expectativa é de que nos próximos dias a secretaria abra10 leitos na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Hospital Pedro I para dar suporte à população para enfrentar esse inimigo – o coronavírus.

 

PB Agora

 

Notícias relacionadas

PB contribui com inquérito sobre cobertura vacinal em nascidos entre 2017 e 2018

Cerca de 900 crianças de João Pessoa nascidas em 2017 e 2018 estão sendo visitadas e farão parte de um levantamento para avaliar a cobertura vacinal nessa população. A pesquisa,…

PMJP começa a vacinar idosos de 75 a 79 anos na 2ª

A Prefeitura de João Pessoa começa a vacinar os idosos de 75 até 79 anos, contra a Covid-19, a partir da próxima semana. Para isso, 15 ginásios de escolas municipais…