Por pbagora.com.br

Os novos contratados para atuar na linha de frente no combate ao coronavírus no Hospital Universitário Lauro Wanderley (HULW-UFPB/Ebserh) começaram a ser treinados. Os primeiros colocados no processo seletivo supersimplificado de caráter emergencial, realizado para atender às necessidades dos hospitais da Rede Ebserh, participaram de uma capacitação sobre paramentação e desparamentação de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) na manhã dessa quinta-feira (14). 

Ainda nesta semana, os profissionais serão alocados nas unidades que estão com atendimento a pacientes com confirmação ou suspeita de Covid-19, iniciando assim as atividades em seus postos de trabalho. Segundo a chefe da Divisão de Gestão do Cuidado do HULW, Analyane Braga, os colaboradores recém-chegados serão lotados nas áreas de atendimento de Sars-CoV-2, como triagem, Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e Unidade de Doenças Infectoparasitárias (DIP). 

“O treinamento de paramentação e desparamentação e uso adequado dos Equipamentos de Proteção Individual para os recém-contratados para as áreas de atendimento aos usuários suspeitos ou confirmados de Covid-19 é essencial para a atuação desses profissionais, pois o conhecimento das técnicas mais seguras para o uso dos EPIs fortalece as medidas de proteção, diminuindo assim o risco de contágio pela doença”, enfatizou a chefe da Divisão de Gestão do Cuidado, Analyane Braga. 

Nesta primeira convocação, foram admitidos 23 candidatos entre os cargos de técnico de enfermagem, fisioterapeuta, médico intensivista e anestesiologista e enfermeiros. Na última sexta-feira, os convocados entregaram documentação exigida e, na segunda-feira (11), realizaram os exames admissionais. 

O treinamento aconteceu no auditório Lindbergh Farias em uma iniciativa da Gerência de Atenção à Saúde e contemplou dois momentos, consistindo na demonstração de como o profissional deve se paramentar (vestir os EPIs) e se desparamentar (retirar os EPIs), para garantir maior proteção e evitar contaminação pelo novo coronavírus. As orientações foram repassadas por profissionais da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH).

Seleção emergencial

Foram autorizadas até seis mil vagas para hospitais universitários federais vinculados à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, as quais serão ocupadas a depender da necessidade específica para atuação na linha de frente no combate ao novo coronavírus. 

Para o Hospital Universitário Lauro Wanderley, retarguarda no atendimento a pacientes acometidos pela Covid-19 na Paraíba, profissionais de nível superior e técnico passaram a compor um cadastro de reserva, assim como ocorre com os demais HUs ligados à Rede Ebserh. A contratação temporária será pelo período inicial de seis meses, podendo ser prorrogada pelo prazo necessário, sendo o máximo de dois anos. 

A seleção é de caráter urgente e temporária, apenas enquanto durar o estado de calamidade decretado pelo Governo, não impactando os concursos públicos em andamento, que continuam seguindo seus trâmites legais. As oportunidades estão distribuídas em 900 vagas para médicos (nas especialidades de Medicina de Emergência, Anestesiologia, Clínica Médica e Medicina Intensiva), 1,4 mil enfermeiros (incluindo as especialidades de Terapia Intensiva e de Urgência e Emergência), 3 mil técnicos em enfermagem, 500 fisioterapeutas e 100 vagas para engenheiros (clínico e mecânico) e arquitetos, necessários para promover as mudanças estruturais exigidas para a acomodação de pacientes infectados pelo Covid-19.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Brasil ultrapassa 157 mil mortes por Covid-19, aponta consórcio de imprensa

O consórcio de veículos de imprensa divulgou novo levantamento da situação da pandemia de coronavírus no Brasil a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, consolidados às 20h de…

Independentemente de origem, governo federal adquirirá vacina, diz secretário de Saúde

O secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros voltou a falar sobre a aquisição e distribuição das vacinas contra a covid-19 durante participação no programa Correio Debate desta segunda-feira (26).…