O três helicópteros disponibilizados pelo Brasil para uma missão humanitária que resgatará reféns das Farc partiram neste domingo a algum lugar da selva colombiana para receber quatro membros das Forças Armadas que estão sequestrados, informou o Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV).

As aeronaves, com os emblemas da Cruz Vermelha Internacional, saíram do aeroporto do cidade de Florência, capital do departamento de Caquetá, no sul da Colômbia, por volta das 11h15 (horário de Brasília), em direção a algum ponto da selva para buscar três policiais e um soldado.

Esta é a primeira liberação unilateral de reféns em poder das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia desde fevereiro de 2008, quando as Farc entregaram quatro políticos a uma missão humanitária liderada pela Venezuela.

As Forças Militares e de polícia suspenderam suas operações na área onde acontecerá a entrega, uma ampla região de selva com forte presença das Farc e cenário de intensas ações das tropas do governo contra a guerrilha e o narcotráfico.

Com a liberação unilateral, as Farc buscam ganhar espaço político e apoio internacional, depois de ataques realizados pelas forças de segurança terem resultado na morte de importantes líderes do grupo e no resgate de Ingrid Betancourt, segundo analistas.
 

 

Terra

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

MP recomenda e prefeito deve proibir fogueiras juninas em Campina Grande

O feriadão antecipado como forma de diminuir a circulação de pessoas em Campina Grande, e consequentemente, os riscos de contaminação do novo coronavírus, terminou,mas as medidas de restrições continuam. A…

Divulgada 1ª convocação de profissionais para o Hospital das Clínicas de CG

Em tempos de enfrentamento ao Covid-19, a Secretaria de Saúde da Paraíba (SES-PB) divulgou nesta quarta-feira (3), no Diário Oficial do Estado (DOE) a primeira convocação do processo seletivo de…