O projeto de Lei que previa a implantação de prontuário eletrônico na rede pública de saúde de João Pessoa, de autoria do vereador Leo Bezerra (PSB), que havia sido aprovado na Câmara Municipal da Capital, foi vetado pelo prefeito Luciano Cartaxo (PV). A decisão veio, mesmo depois de o gestor ter se comprometido em aprovar o prontuário eletrônico nas redes de saúde.

A adoção do prontuário eletrônico pelos municípios é uma recomendação do Ministério da Saúde desde 2016. O objetivo principal é informatizar o fluxo de atendimento do cidadão realizado pelos profissionais de saúde.

“Luciano Cartaxo está vetando a melhoria do cidadão pessoense, está vetando um beneficio claro para todos. Quando o prefeito inicio os trabalhos legislativos esse ano, ele prometeu que iria aprovar e fazer valer o prontuário eletrônico”, disse o líder da bancada oposicionista.

O veto do projeto ignora a recomendação inclusive do Sistema e-SUS Atenção Básica, que tem como uma das prioridades a informatização e o sistema integrado.

Benefícios da informatização:

A informatização desses processos nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) pode trazer benefícios importantes como: acesso rápido às informações de saúde e intervenções realizadas; melhoria na efetividade do cuidado e possível redução de custos com otimização dos recursos, além de aprimorar e automatizar o processo de envio de informações da AB para o Ministério da Saúde, impactando na qualificação dos sistemas de informações. Ou seja, a implantação do prontuário eletrônico traz benefícios, ao mesmo tempo, para gestores, profissionais de saúde e cidadãos.

 

Redação

 


Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Paraíba é o estado que mais cresce em número de transplantes em 2019

Mais um transplante multiórgãos acontece, nesta segunda-feira (14), na Paraíba, totalizando três pessoas que realizaram doação de vários órgãos em menos de uma semana. São, ao todo, quatro rins, três…

TRAUMA DE JP: quedas ainda lideram entradas na unidade durante o final de semana

O Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa, realizou, durante o fim de semana, 623 atendimentos, sendo 274 considerados casos graves ou gravíssimos. Nesse período,…