O avanço do novo coronavírus na Paraíba, principalmente em João Pessoa, epicentro do vírus no Estado, e em Campina Grande, deve fazer os gestores reforçarem as medidas de distanciamento social para tentar conter a pandemia. Em Campina Grande, os casos confirmados da Codiv-19 duplicaram, tendo saltado de três para oito, com um óbito.
O prefeito Romero Rodrigues realizou uma reunião, por videoconferência, na manhã desta quinta-feira, 16, com representantes do Ministério Público Estadual, Federal e do Trabalho.

Após ouvir a promotora da Saúde, Adriana Amorim, ele revelou que pretende anunciar hoje se mantém a decisão de reabrir o comércio na próxima segunda-feira (20), ou prorroga a quarentena, como sugeriu o Ministério Público, e defende o governador João Azevedo.
O prefeito Romero Rodrigues manteve uma reunião, por videoconferência, na manhã desta quinta-feira, 16, com representantes do Ministério Público Estadual, Federal e do Trabalho.

Durante cerca de duas horas, foi discutida a pauta sobre a reabertura gradual e em caráter experimental do comércio de Campina Grande na próxima segunda-feira, 20.

Ao final, ficou acertado que a Prefeitura apresentará um relatório técnico detalhado até esta sexta-feira, 16, com todos os dados, estratégias e ações de controle da disseminação na área comercial da cidade.

Em sua exposição, Romero Rodrigues fez questão de historiar todas as providências de prevenção e planejamento adotadas por Campina Grande desde o início da pandemia, destacando as medidas cruciais de reestruturação do sistema municipal de Saúde em função do controle da Covid-19 no município.
A Paraíba tem 195 casos confirmados de coronavírus e 26 mortes, diz SES. Com o novo boletim, o estado passa a contabilizar 142 casos em João Pessoa, 17 em Santa Rita, 8 em Campina Grande, 7 em Cabedelo, 6 em Bayeux, 3 em Junco do Seridó, 5 em Patos, 1 em Serra Branca, 1 em Sapé, 1 em Sousa, 1 em Igaracy, 1 Taperoá, 1 São João do Rio do Peixe e 1 em Pombal.

No momento, 75 pessoas estão internadas com notificação de suspeita para Covid-19, sendo 57 em enfermaria (32 em hospital público e 25 em hospital privado) e 18 na UTI (10 em hospital público e 8 em hospital privado). Os demais casos hospitalizados e com resultado não detectável seguem em investigação para demais vírus.

A Paraíba é o estado brasileiro com a maior taxa de letalidade por Covid-19, conforme os dados disponibilizados no Painel Coronavírus, do Ministério da Saúde. Segundo a plataforma, até às 15h30 desta quinta-feira (16), a Paraíba tinha uma taxa de letalidade de 14,5%, com 24 óbitos em 165 casos confirmados. A média nacional é de 6,3%.

Severino Lopes
PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Ruy denuncia retenção de dinheiro de hospitais pela prefeitura de João Pessoa

A prefeitura de João Pessoa está retendo os pagamentos dos hospitais Padre Zé, São Vicente de Paulo e Napoleão Laureano. A denúncia, feita pelo deputado federal Ruy Carneiro, nesta segunda-feira…

PB tem mais de 13 mil casos confirmados de Covid-19 e registra mais 14 mortes

Segundo último boletim Secretaria de Estado da Saúde da Paraíba, sobre casos confirmados de coronavírus, divulgado na noite de ontem (30), o estado ultrapassou a marca de 13 mil casos…