A Paraíba o tempo todo  |
PUBLICIDADE

Aumento de casos de síndrome respiratória aguda grave fazem PB decretar emergência em saúde

Imagem ilustrativa

O aumento dos casos de síndrome respiratória aguda grave, de origem viral, fizeram o governo da Paraíba decretar situação de emergência em saúde pública.

O decreto foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE-PB) desta quarta-feira (28) e leva em consideração uma portaria da Secretaria de Estado da Saúde acerca do avanço da SRAG sobretudo no público infantil, superlotando as emergências dos hospitais.

Após a publicação, a situação de emergência em saúde pública no âmbito do Estado da Paraíba é válida por 90 dias, podendo ser prorrogada em razão do aumento de casos de SRAG.

A Secretaria de Estado da Saúde irá instituir diretrizes gerais para a execução das medidas necessárias, podendo, para tanto, expedir normas complementares.

Vale ressaltar que a Paraíba tem 270 leitos de enfermaria e 51 de UTI distribuídos em todo estado e a ocupação é de 63% nas UTIs pediátricas e 59% nas enfermarias.

Dados do Centro de Operações em Emergência de Saúde Pública — Doenças Respiratórias na área de Pediatria (COE-Pediatria) confirmam que 12 crianças foram internadas com sintomas respiratórios nos leitos de referência nas últimas 24h em todo o estado.

PB Agora

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe
      PUBLICIDADE
      ×