A Paraíba o tempo todo  |
PUBLICIDADE

Analista diz o que impede racha de Cássio com RC

Analista diz que ausência de mandato e dependência na estrutura estatal impede racha de Cássio com Ricardo: “Por isso que Cássio não reclama”

O fato do ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB) não ter rompido ainda com o atual governador da Paraíba Ricardo Coutinho (PSB) deve-se tão somente a ausência do mandato do tucano no Senado Federal. A análise é do ex-deputado federal e analista político Gilvan Freire (PMDB). Para o ex-parlamentar, as estruturas de dependência dentro da atividade estatal também são tidas como um dos fatores que sustentam a aliança entre os dois políticos.

Segundo Gilvan Freire, Cássio ainda não externou essa ‘suposta’ insatisfação com o Governo Ricardo porque ‘ninguém reclama quando está sem mandato e mais ainda em um início de Governo’. “Por isso que Cássio não reclama de Ricardo Coutinho”, justificou.

O peemedebista destacou ainda que os eleitores de Cássio e de Ricardo já se anteciparam a esse ‘racha’ e se repelem naturalmente.

“Nesse momento Cássio não tem como ser voz ativa. Existem as estruturas de dependência, porém isso poderá ser mudado no momento em que o tucano garantir a vaga no Senado Federal. Só a partir daí é que veremos realmente os desdobramentos da política”, disse.

As declarações de Gilvan Freire foram proferidas na presença do prefeito de Campina Grande, Veneziano Vital, durante entrevista em uma emissora de TV Fechada.

Entre outras linhas, a relação de simpatia entre Cássio e Ricardo é meramente condicional.

 

Márcia Dias

PB Agora

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe