O Hospital de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes, em Campina Grande, que integra a rede hospitalar do Governo do Estado, prestou no mês de setembro 8.436 atendimentos no setor de emergência e foram realizados 772 procedimentos cirúrgicos.

Ainda foram registrados 845 atendimentos a vítimas em acidentes de motos. Também houve atendimentos a vítimas de arma branca (28), de projéteis de arma de fogo (26), queimaduras (53), atropelamentos (56), acidentes com bicicleta (70) e acidentes de carro (228), entre outros.  Os demais atendimentos foram na clinica médica e na pediatria.

No mesmo período de 2018, foram realizadas 844 cirurgias e atendidas 8.407 pessoas sendo registrados 735 atendimentos a vítimas em acidentes de motos. Também foram atendidas vítimas de arma branca (29), de projéteis de arma de fogo (59), queimaduras (59), atropelamentos (62), acidentes com bicicleta (62) e acidentes de carro (55).

Nos nove meses de 2019 foram feitos 77.100 atendimentos e realizadas 6.940 cirurgias. Em 2018, no mesmo período foram prestados 72.145 atendimentos e realizadas 6.757 cirurgias.

O Trauma de Campina Grande disponibiliza 298 leitos, 340 médicos, sendo 64 em regime de plantão presencial 24 horas.  O hospital dispõe de seis salas no bloco cirúrgico. O Hospital é referência em trauma para 203 municípios da Paraíba, além de alguns municípios do Rio Grande do Norte, Pernambuco e Ceará.

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário