O Hospital de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes, em Campina Grande, que integra a rede hospitalar do Governo do Estado, prestou no mês de setembro 8.436 atendimentos no setor de emergência e foram realizados 772 procedimentos cirúrgicos.

Ainda foram registrados 845 atendimentos a vítimas em acidentes de motos. Também houve atendimentos a vítimas de arma branca (28), de projéteis de arma de fogo (26), queimaduras (53), atropelamentos (56), acidentes com bicicleta (70) e acidentes de carro (228), entre outros.  Os demais atendimentos foram na clinica médica e na pediatria.

No mesmo período de 2018, foram realizadas 844 cirurgias e atendidas 8.407 pessoas sendo registrados 735 atendimentos a vítimas em acidentes de motos. Também foram atendidas vítimas de arma branca (29), de projéteis de arma de fogo (59), queimaduras (59), atropelamentos (62), acidentes com bicicleta (62) e acidentes de carro (55).

Nos nove meses de 2019 foram feitos 77.100 atendimentos e realizadas 6.940 cirurgias. Em 2018, no mesmo período foram prestados 72.145 atendimentos e realizadas 6.757 cirurgias.

O Trauma de Campina Grande disponibiliza 298 leitos, 340 médicos, sendo 64 em regime de plantão presencial 24 horas.  O hospital dispõe de seis salas no bloco cirúrgico. O Hospital é referência em trauma para 203 municípios da Paraíba, além de alguns municípios do Rio Grande do Norte, Pernambuco e Ceará.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Secretaria faz mapeamento dos tipos de vírus da dengue na PB

Com a chegada do verão, aumentam os casos das arboviroses transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti e uma das maiores preocupações da saúde pública está relacionada ao vírus da dengue. Nesta…

Paraíba prepara rede de serviços de saúde para possíveis casos de coronavírus

Devido aos casos da doença respiratória na China, causada pelo novo coronavírus, o Governo da Paraíba, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), alerta a população acerca dos…