Por pbagora.com.br

Continua a repercussão sobre o teor da delação do ex-prefeito de Cabedelo, Leto Viana, que incriminou uma 'leva' de políticos paraibanos por corrupção ativa e passiva na cidade portuária. Roberto Santiago, dono do Manaíra Shopping, assim como o atual prefeito Vitor Hugo (PRP), negaram as acusações. 

Nesta terça-feira (30), o pai do ex-deputado federal André Amaral, de mesmo nome, também emitiu nota e corroborou o tom de inocência.

Em depoimento à Polícia Federal, Leto havia revelou ter pago R$100 mil ao ex-deputado para que uma emenda parlamentar fosse liberada. Segundo Amaral, o depoimento de Leto é uma tentativa de sair impune por conta de uma ‘falsa delação’ em um suposto acordo judicial.

VEJA A NOTA

André Amaral Pai, vem de público NEGAR as FALSAS e CRIMINOSAS afirmações prestadas pelo senhor Leto Viana, ex prefeito da cidade de Cabedelo, e amplamente divulgada pela imprensa, no sentido de que supostamente lhe teria pago a importância de RS 100.000,00 (cem mil reais), em razão de uma  emenda parlamentar.

 Tal acusação certamente tem como objetivo tentar lograr êxito em obter a impunidade relativamente aos diversos crimes por ele praticados, e já confessados, através de um acordo judicial de falsa delação com que tenta seduzir os incautos.

Confia-se que a verdade será prontamente restabelecida!

 

PB Agora

 


Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Notícias relacionadas

Campina limita funcionamento de bares, restaurantes e lojas de conveniência

A prefeitura de Campina Grande, no Agreste da Paraíba, confirmou que haverá redução no horário de funcionamento de bares e restaurantes do município. A medida acontece em razão do avanço…