Por pbagora.com.br

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou, nos dois turnos, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 48/19, do Senado, que estabelece nova regra para repasse de recursos federais por meio de execução direta de emendas, sem a necessidade de intermédio da Caixa Econômica.

O deputado federal paraibano Wilson Santiago (PTB) parabenizou os deputados pela aprovação da proposta e lembrou que emendas que chegavam a demorar quatro anos para que o dinheiro entrasse na conta dos municípios, poderão entrar em apenas um ano com a nova regra.

“O parlamentar terá o prazer de já no segundo ano ver uma obra concluída no município para qual ele direcionou os recursos”, comemorou.

A PEC volta agora para o Senado para a votação final.

PB Agora

Notícias relacionadas

“Está com as mãos sujas de sangue”, diz petista ao culpar Bolsonaro por mortos na pandemia

Ao fazer uma análise sobre os números alastrantes de mortes por Covid-19, no Brasil o vereador pessoense Marcos Henriques (PT), tem um culpado e esse se chama o presidente da…

Ruy e Efraim defendem valor de R$ 600 para nova rodada do Auxílio Emergencial

O deputados federais Efraim Filho e Ruy Carneiro tornaram público, em entrevista nesta terça-feira (2), que defendem o retorno do pagamento do Auxílio Emergencial. O governo federal realizou o pagamento…