O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou, nos dois turnos, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 48/19, do Senado, que estabelece nova regra para repasse de recursos federais por meio de execução direta de emendas, sem a necessidade de intermédio da Caixa Econômica.

O deputado federal paraibano Wilson Santiago (PTB) parabenizou os deputados pela aprovação da proposta e lembrou que emendas que chegavam a demorar quatro anos para que o dinheiro entrasse na conta dos municípios, poderão entrar em apenas um ano com a nova regra.

“O parlamentar terá o prazer de já no segundo ano ver uma obra concluída no município para qual ele direcionou os recursos”, comemorou.

A PEC volta agora para o Senado para a votação final.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Veneziano propõe projetos para minimizar efeitos de pandemia no Brasil

Empenhado em ajudar a conter o avanço do novo coronavírus, o Senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) apresentou dois Projetos de Lei que minimizam os efeitos da Covid 19. O…

Governador destina R$ 16,1 milhões para ações contra o Coronavírus, na PB

Um decreto publicado no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira (8) disciplina a destinação de R$ 16,1 milhões do Estado para o enfrentamento do novo Coronavírus. O documento destina, por…