O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou, nos dois turnos, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 48/19, do Senado, que estabelece nova regra para repasse de recursos federais por meio de execução direta de emendas, sem a necessidade de intermédio da Caixa Econômica.

O deputado federal paraibano Wilson Santiago (PTB) parabenizou os deputados pela aprovação da proposta e lembrou que emendas que chegavam a demorar quatro anos para que o dinheiro entrasse na conta dos municípios, poderão entrar em apenas um ano com a nova regra.

“O parlamentar terá o prazer de já no segundo ano ver uma obra concluída no município para qual ele direcionou os recursos”, comemorou.

A PEC volta agora para o Senado para a votação final.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

MPPB aciona mãe e filho, ex-prefeita e prefeito de Piancó, por improbidade

O Ministério Público da Paraíba (MPPB) ajuizou uma ação civil pública por atos de improbidade administrativa contra o prefeito de Piancó, Daniel Galdino de Araújo Pereira, e a médica Flávia…

Wallber Virgolino critica imprensa e quer instalar ‘CPI do Toco’ na ALPB

CPI do Toco/Imprensa. Essa foi a denominação usada pelo deputado estadual Wallber Virgolino (Patriotas) para defender a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB).…