Por pbagora.com.br

O deputado federal Wilson Filho (PMDB) está otimista para uma resposta positiva da ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvatti, sobre o fechamento de três unidades da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Salvatti está em João Pessoa onde participa nesta sexta-feira (13), de encontro com prefeitos e secretários municipais paraibanos.

Na última quarta-feira (11), Wilson Filho e parlamentares que integram a Bancada Federal se reuniram com a ministra, em Brasília, e ela confirmou ao peemedebista que vai trazer durante o evento na Capital paraibana alguma solução para o problema.

“Estou esperançoso para que a ministra traga uma solução para o problema da Conba. Estive com Ideli Salvatti, explanei a ela a situação do Sertão paraibano com a seca e as consequências nocivas que trará com o fechamento definitivo das unidades da Conab em Sousa, Catolé do Rocha e Itaporanga”, disse Wilson Filho, acrescentando que vem encampando a luta para reverter à situação do encerramento das atividades dos polos da Companhia.

Durante a entrevista em João Pessoa, a ministra revelou que o fechamento dos armazéns no Sertão foi provocado por corte de recursos federais. “A presidente vem fazendo ajustes e foi necessário fazer alguns cortes. Porém, vamos tentar reverter à situação para amenizar o sofrimento dos sertanejos”, comentou Ideli Salvatti.

A informação do corte de verba foi ratificada pelo presidente da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), Rubens Medeiros. “Estive em reunião como presidente e ele me explicou que o problema é financeiro, houve corte de recursos federais. Mas, durante o contato passei em detalhes a situação atual da agricultura, dos animais e do povo que está sofrendo com a ausência da água. A desativação dessas unidades de Sousa, Catolé do Rocha e Itaporanga só pioraria a situação”, disse Wilson Filho.

Com o encerramento das unidades nas três cidades, os agricultores terão que se deslocar até o armazém de Patos para comprar os produtos. Com o encerramento da Conab em Sousa, agricultores de 24 municípios ficaram prejudicados. “Não podemos regredir nos direitos dos agricultores, ao invés de avançar. Milhares de agricultores ficaram prejudicados e muitos deles que não têm condição de deslocamento não terão como chegar até Patos para adquirir os produtos”, comentou o deputado federal.

O deputado revelou que vem recebendo constantes ligações de vereadores e lideranças comunitárias preocupados com o encerramento das atividades da Conab nas três cidades paraibanas. “A situação é preocupante e vamos tentar barrar que postos da Conab sejam fechados no Sertão paraibano. A notícia tem se alastrado no interior e pequenos agricultores estão assustados com o possível fechamento das unidades”, disse Wilson Filho.



Redação com Assessoria

Notícias relacionadas

Privatização dos Correios: veja como votou a bancada da Paraíba

Na noite de ontem (20/4), a Câmara dos Deputados votou em caráter de urgência o projeto que facilita a privatização dos Correios. Foram 280 votos favoráveis, 165 contrários e 1…

Adriano, Murilo, Nabor e Hugo discutem recursos para Paraíba e projeções políticas para 2022

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Adriano Galdino, o prefeito de Patos Nabor Wanderley, o deputado federal Hugo Motta e o secretário de Articulação Política do Estado, Murilo Galdino,…